Mulheres são maiores vítimas do tráfico de pessoas no Amazonas (Rádio Nacional da Amazônia – 15/03/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O número de denúncias de tráfico de pessoas no estado, entre 2011 e 2013, aumentou mais de 100%

O número de denúncias de tráfico de pessoas no estado do Amazonas aumentou mais de 100%, entre 2011 e 2013. As mulheres representam 66,6% das vítimas. Os dados são da Secretaria de Justiça do Amazonas.

A descriminação étnica e de gênero tem aumentado a ocorrência do tráfico de mulheres na Amazônia. A avaliação é da antropóloga e professora da Universidade Estadual do Amazonas, Iraildes Caldas.

Confira a entrevista e ouça a íntegra da reportagem

O Jornal da Amazônia 2ª edição desta segunda-feira (14) traz ainda informação sobre decisão do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, que restabeleceu nessa segunda-feira, todos os períodos de defeso que haviam sido suspensos por Portaria interministerial no ano passado. Para o ministro, há evidências de que a decisão do governo federal foi tomada com o objetivo de economizar custos com o pagamento do benefício previdenciário aos pescadores, em razão da crise econômica. Ele considerou que o governo não apresentou dados objetivos que comprovem a não necessidade do defeso, colocando em risco o princípio ambiental da precaução.

Acesse no site de origem: Mulheres são maiores vítimas do tráfico de pessoas no Amazonas (Rádio Nacional da Amazônia – 15/03/2016)