No México, 6.5 mulheres são assassinadas por dia (Agência Prensa Latina – 19/11/2013)

O México registra pouco mais de 36.606 mulheres foram assassinadas entre 1985 e 2010, o que implica uma média diária de 6,5 crimes deste tipo, revelou hoje o coordenador jurídico do Instituto Nacional da Mulher, Pablo Navarrete.

Como observou o especialista, apesar da existência da Lei Geral de Acesso das Mulheres a uma Vida Livre de Violência, crimes contra mulheres continuam estatisticamente brutais e perturbadores.

Durante a realização da Oficina Regional de Aplicação Eficaz das Oedens de Proteção, realizada no estado de Jalisco, A. Navarrete considera muito triste que das 36.606 mulheres assassinadas, 5,6% tinham menos de cinco anos, o que fala do nível de brutalidade e decadência social.

A aplicação correta e eficaz do novo marco legal é essencial para garantir a vida de muitas mulheres, disse ele.

Segundo o coordenador jurídico, o número chocante de mortes continua a crescer, graças à impunidade endêmica no país, já que apenas três por cento dos crimes foram punidos.

Por sua vez, o procurador geral do estado, Luis Carlos Gutierrez Najera, disse que Jalisco está dedicara a erradicar a violência contra as mulheres, mas não estabeleceu uma meta em números.

Acesse no site de origemNo México, 6.5 mulheres são assassinadas por dia (Agência Prensa Latina – 19/11/2013)