Novo protocolo de Violência Sexual é apresentado a profissionais da saúde (Pref. Blumenau – 20/08/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O Serviço de Atenção Integral às Pessoas em Situação de Violência Sexual (SAVS) promoveu na manhã de quarta-feira, 19, a capacitação de profissionais das Unidades de Saúde de Blumenau. A palestra abordou as mudanças no protocolo de atendimento de vítimas de estupro. Estavam presentes no auditório da Escola Técnica de Saúde de Blumenau (ETSUS) cerca de 100 servidores, entre agentes de saúde, médicos, enfermeiros e técnicos em enfermagem, além de profissionais da rede intersetorial participante do protocolo.

Na avaliação da coordenadora do SAVS, Simone Rodrigues, a capacitação é essencial para informar as equipes de algumas alterações que ocorreram no protocolo de 2010. “Esse ano tivemos mudanças, por exemplo, na ficha de notificação, bem como nos medicamentos, no tempo de acompanhamento e na administração da profilaxia do HIV em casos de violência”, explica. Também foram feitas mudanças nos acordos com a rede envolvida nos casos de situação de violência sexual, que são instituições como Polícia Militar, Civil e Instituto Geral de Perícias. A intenção é aperfeiçoar as práticas para buscar o bom atendimento das pessoas em situação de violência sexual.

Uma das melhorias do protocolo envolve a ida do perito até o local onde a vítima está. Simone explica que antes o paciente precisava procurar o IGP, em horário determinado. Atualmente, a partir de o acordo, o perito vai até o serviço onde a pessoa se encontra e faz o atendimento no local. Outras entidades envolvidas no atendimento são: Ministério Público, Judiciário, Conselhos Tutelares, Secretarias de Assistência Social e de Educação, além do Conselho Municipal de Educação, Bombeiros e SAMU.

O SAVS

No ano de 2014 o serviço atendeu 98 novos casos de violência sexual. Este ano, até a segunda quinzena de agosto, já contabiliza 80 atendimentos novos. A coordenadora Simone acredita que as pessoas estão procurando mais o serviço, que há maior divulgação e que o trabalho em rede possibilita os encaminhamentos para a saúde. “Hoje recebemos pessoas encaminhadas por todas as áreas, Segurança, Assistência. Além disso, creio que diminuiu a omissão das pessoas frente à violência”, avalia.

Durante a capacitação, também foi exposta a pretensão do serviço em, futuramente, proporcionar o acompanhamento das pessoas em situação de violência nas próprias unidades de saúde de seus bairros. Por isso a importância desses profissionais estarem cada vez mais familiarizados com os procedimentos de acolher, notificar, providenciar o atendimento médico e comunicar e encaminhar ao SAVS ou ao Pronto Socorro.

A implantação do Serviço de Atenção Integral às Pessoas em Situação de Violência Sexual (SAVS) em Blumenau ocorreu em 2002. Atualmente, a equipe conta com oito colaboradores, entre médicos, enfermeiros, psicólogo e assistente social, que recebem desde a comunicação e notificam o IGP para que seja realizado o primeiro exame e coleta de evidências, administram medicação contra DSTs, até o restabelecimento social da vítima, quando é liberada do tratamento. O acompanhamento de mulheres, crianças e adolescentes nesta situação é realizado por no mínimo seis meses, mas é comum pacientes que se evadem do tratamento antes de receber alta.

Onde Procurar Ajuda

– Serviço de Atenção Integral às Pessoas em Situação de Violência Sexual (SAVS)

Rua 2 de Setembro, 1.212 – 2º andar da Policlínica Lindolf Bell, no bairro Itoupava Norte. Telefone 3381-7684

– Serviço de Proteção e Atendimento Especializado à Família e Indivíduos (PAEFI)

PAEFI 1: 3222-1191

PAEFI 2:3326-3433

– Hospital Santo Antônio

Rua Itajaí, 545, bairro Vorstadt. Telefone 3231-4000

– Hospital Santa Isabel

Rua Marechal Floriano Peixoto, 300, bairro Centro. Telefone 3321-1000

– Hospital Santa Catarina

Rua Amazonas, 301, bairro Garcia. Telefone 3036-6000

– Hospital Misericórdia

Rua Henrique Conrad, 432, bairro Vila Itoupava. Telefone 3378-1110

– Delegacia de Proteção à Mulher, Criança, Adolescente e Idoso

Telefone 3329-8829

– Conselho Tutelar I e II

Telefones 3381-6612, 3381-6613, 3381-6616, 9977-9866 (plantão)

– Denúncia Anônima

Disque 100 – Abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes

Disque 180 – Central de Atendimento à Mulher

Marília Prado

Acesse no site de origem: Novo protocolo de Violência Sexual é apresentado a profissionais da saúde (Pref. Blumenau – 20/08/2015)