Número de mulheres assassinadas por mês no Brasil salta de 113 para 372 (Folha de S.Paulo – 10/12/2012)

Os índices foram levantados pelo IAB (Instituto Avante Brasil) a partir de dados do Datasus, do Ministério da Saúde.

Publicado na coluna de Mônica Bergamo

MULHERES EM RISCO

O número de mulheres assassinadas a cada mês no Brasil saltou de 113 para 372 em 30 anos. Os índices foram levantados pelo IAB (Instituto Avante Brasil) a partir de dados do Datasus, do Ministério da Saúde.

A CADA DUAS HORAS

No início da década de 1980, uma mulher era assassinada a cada 6h28m28s no país. A escalada da violência fez com que o intervalo diminuísse.

Hoje, a cada 1h57m43s, há uma vítima de homicídio nesta parcela da população.

DELITÔMETRO

O IAB, criado pelo jurista Luiz Flávio Gomes, idealizou um “delitômetro” que apura em tempo real o número de homicídios de mulheres no país. O cronômetro está disponível no site da entidade, junto com outro índice que faz o cálculo de mortes no trânsito e assassinatos em geral.

Acesse no site de origem: Número de mulheres assassinadas por mês no Brasil salta de 113 para 372 (Folha de S.Paulo – 10/12/2012)

Saiba mais:
Acesse o site http://www.institutoavantebrasil.com.br

Assista à apresentação de Luiz Flávio Gomes sobre o “delitômetro” e o Instituto Avante Brasil