NUPEVID apresenta projetos de combate à violência contra a mulher ao Instituto Innovare (MPPI – 20/07/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O Promotor de Justiça Francisco de Jesus Lima, com atribuições no combate à violência contra a mulher, recebeu o consultor do Instituto Innovare, Rafael Cavalcanti, para conhecer e avaliar projetos desenvolvidos pelo NUPEVID, em parceria com outros órgãos que compõem a rede de atendimento à mulher vítima de violência.

Foram apresentados quatro projetos: 1) Banco de Dados IPenha – que proporciona mapear a violência em todos os municipios brasileiros, desenvolvendo políticas públicas e medidas judiciais e extrajudiciais para o enfrentamento às agressões contra a mulher; 2) Projeto Maria da Penha nas Escolas – desenvolvido em parceria com a Secretaria Estadual de Educação, leva às escolas informações sobre a Lei Maria da Penha, visando a uma educação não-sexista e voltada à igualdade de gênero; 3) Laboratório Maria da Penha – desenvolvido em parceria com a Coordenadoria Municipal de Politicas para as Mulheres, reune alunos de ciências jurídicas, serviço social e psicologia, formando e capacitando futuros profissionais para diagnosticar a aplicação da Lei Maria da Penha nos diversos órgãos da rede de atendimento, apresentando soluções; 4) Interiorização da Lei Maria da Penha – que leva o conhecimento da Lei aos municípios piauienses para fortalecer a rede de atendimento municipal de enfrentamento à violência contra a mulher, além de criar conselhos municipais dos direitos da mulher para desenvolvimento de políticas públicas.

Entre as pessoas presentes na apresentação dos projetos, estavam estudantes da Universidade Federal do Piauí, advogados representando a OAB, e representantes da Comissão Municipal de Política para as Mulheres, Delegacia da Mulher, Secretaria de Fazenda do Estado.

O resultado da avaliação do Instituto Innovare será divulgado no final do ano.

Acesse no site de origem: NUPEVID apresenta projetos de combate à violência contra a mulher ao Instituto Innovare (MPPI – 20/07/2015)