Oficina aborda atendimento para mulheres e população LGBT vítimas de violência (Pref. João Pessoa – 22/03/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Na manhã desta quarta-feira (23), às 10h, no auditório do Paço Municipal de João Pessoa, cerca de 100 profissionais de saúde participam da Oficina de Notificação de Violência Contra Mulheres e População LGBT. O evento será oferecido para médicos e enfermeiros dos cinco Distritos Sanitários de Saúde de João Pessoa. O objetivo é apresentar toda a rede de referencia disponível para o atendimento da população LGBT e de mulheres e vítimas de violência.

Durante a oficina será explicado todo o processo de atendimento para vítimas de violência, desde o primeiro contato. “Nós, profissionais de saúde, temos como obrigação realizar a notificação de qualquer atendimento de pessoa vítima de violências na atenção básica e denunciar essas violências aos órgãos competentes”, defende o coordenador de Promoção à Cidadania LGBT e da Igualdade Racial, Roberto Maia.

Maia afirma que os dados de notificação são importantes, para conseguir realizar políticas públicas com mais qualidade para essa população e orientar como reforçar ações de prevenção nas comunidades mais vulneráveis. “Essas fichas de notificação de violências, disponíveis aos profissionais de saúde, devem ser encaminhadas com urgência para a Vigilância Epidemiológica do Município para que os dados possam ser inseridos no Sistema Nacional de Agravos de Notificação (Sinan)”.

O Sinan registra e processa os dados sobre agravos de notificação em todo o território nacional, fornecendo informações para análise do perfil da morbidade, embasando a tomada de decisões em nível municipal, estadual e federal.

Os dados sobre as notificações serão usados ainda para ajudar a desenvolver políticas mais especificas, além de mostrar qual o tipo de violência é mais comum entre a população LGBT. A notificação pode ser compulsória, ou seja, não precisa da autorização da vítima.

Mônica Melo

Acesse no site de origem: Oficina aborda atendimento para mulheres e população LGBT vítimas de violência (Pref. João Pessoa – 22/03/2016)