ONU Mulheres Américas e Caribe convoca o time de um milhão de homens para ganhar a partida contra a desigualdade de gênero (ONU Mulheres – 01/07/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Jogadores da dupla grenal foram os primeiros brasileiros a se engajar na mobilização da ONU Mulheres durante a Copa América. Por meio das redes sociais e dos veículos de comunicação que estão cobrindo o campeonato, a ONU Mulheres para Américas e Caribe pretende mobilizar um milhão de homens em apoio ao movimento #ElesPorElas

Assista aqui ao vídeo de personalidades chilenas em apoio ao movimento #ElesPorElas

Clique aqui para saber mais sobre o movimento #ElesPorElas no Brasil e no mundo

ONU Mulheres Américas e Caribe convoca o time de um milhão de homens para ganhar a partida contra a desigualdade de gênero/

Campanha “Um Time de Um Milhão de Homens” foi lançada, no Estádio Nacional do Chile, durante a Copa América (Foto: ONU Mulheres Chile)

Na Copa América 2015, a ONU Mulheres apresentou, na manhã desta quarta-feira (1/7), a campanha “Um Time de Um Milhão de Homens”, iniciativa que busca mobilizar homens e meninos para aderir ao movimento global ElesPorElas (HeForShe), como defensores e agentes de mudança em favor da igualdade de gênero e contra a violência contra mulheres e meninas.

Realizada no Estado Nacional do Chile, a atividade contou com a presença da presidenta chilena, Michelle Bachelet; do chanceler chileno, Heraldo Muñoz; da ministra do Serviço Nacional da Mulher (Sernam), Claudia Pascual; e da diretora regional da ONU Mulheres para Américas e Caribe, Luiza Carvalho. Estiveram presentas outras autoridades latino-americanas, tais como voluntárias e voluntários e diretoria da Copa América 2015.

ONU Mulheres Américas e Caribe convoca o time de um milhão de homens para ganhar a partida contra a desigualdade de gênero/

Diretora regional da ONU Mulheres para Américas e Caribe, Luiza Carvalho, ao lado da presidenta do Chile, Michelle Bachelet (Foto: ONU Mulheres Chile)

Durante o campeonato continental, que acontece no Chile, diversas personalidades do país anfitrião se somaram à campanha, incluindo o cantor Gepe, o ex-capitão da seleção chilena de futebol Ivan Zamorano, além de artistas e jornalistas que estão apoiando o movimento nas redes sociais.

No Brasil, a dupla grenal aderiu ao movimento #ElesPorElas. Pelo tricolor gaúcho, os jogadores Luiz Rhodolfo, Marcelo Oliveira, Maicon, Luan e Felipe Bastos posaram para fotos, demonstrando o apoio à causa, para divulgação do movimento e da hastag #ElesPorElas. O colorado também reuniu cinco jogadores – D’Alessandro, Vitinho, Valdivia, Juan e Alisson. O grupo foi mobilizado pela equipe do GNT, da Globosat, parceira da ONU Mulheres Brasil na busca de adesões de homens e meninos ao movimento #ElesPorElas.

ONU Mulheres Américas e Caribe convoca o time de um milhão de homens para ganhar a partida contra a desigualdade de gênero/

O jogador Maicon representa a nação tricolor na campanha #ElesPorElas (Foto: Reprodução)

Desigualdade de gênero – Na América Latina e Caribe, uma em cada quatro mulheres já se deparou, em alguma ocasião, com violência praticada por seu companheiro, segundo dados da Organização Panamericana de Saúde. Além disso, 29% das mulheres da região não têm renda própria. Para os homens, essa realidade atinge 13%.

“Para superar esse panorama é preciso esforço de mulheres e homens. Essa é uma partida que todas e todos temos de vencer”, afirmou Luiza Carvalho. “Estamos convocando os homens e os meninos da região para fazerem parte do time e ganhar a partida contra a desigualdade por meio da adesão ao movimento ElesPorElas”, completou a diretora regional da ONU Mulheres para Américas e Caribe.

ONU Mulheres Américas e Caribe convoca o time de um milhão de homens para ganhar a partida contra a desigualdade de gênero/

O jogador colorado Juan também está na campanha #ElesPorElas (Foto: Reprodução)

“Um Time de Um Milhão de Homens” parte do conceito do jogo em equipe e se apoia na paixão dos latino-americanos pelo futebol. Tem como objetivo atrair mais homens e meninos para o movimento ElesPorElas e criar consciência sobre o papel que eles têm para fazer realidade a igualdade de gênero e erradicar a discriminação e a violência contra mulheres e meninas.

No Chile, a ONU Mulheres está viralizando um vídeo, nas suas redes sociais, com alguns homens que se juntaram à campanha.

Sobre o movimento – ElesPorElas (HeForShe) é um movimento solidário lançado, em 2014, pela ONU Mulheres – a Entidade das Nações Unidas encarregada de promover a igualdade de gênero e o empoderamento das mulheres no mundo, para acabar com as desigualdades e estereótipos de gênero por meio da participação ativa de homens e meninos como defensores, participantes e agentes da mudança.

Siga o movimento #ElesPorElas nas redes sociais:
Twitter: @HeForShe
Facebook: HeForShe
Instagram: @HeForShe
Youtube: HeForShe

Conheça aqui o site do movimento ElesPorElas (HeForShe)

Acesse no site de origem: ONU Mulheres Américas e Caribe convoca o time de um milhão de homens para ganhar a partida contra a desigualdade de gênero (ONU Mulheres – 01/07/2015)