Palestras sobre Violência Doméstica e Familiar realizadas em Dom Pedrito (TJRS – 26/05/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A Juíza de Direito Madgéli Frantz Machado, titular do 1º Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Porto Alegre, realizou, em maio, duas palestras sobre a Lei Maria da Penha, em sua terra natal: Dom Pedrito. Sua Assessora, Lenora Chiden Bengochea, integra os projetos comunitários desenvolvidos pelo 1º Juizado e a acompanhou nos eventos.

Juíza Madgéli (C) com professores e alunos do projeto Agentes Protetores, que trabalha pelo fim da violência (Fotos: Divulgação/Arquivo pessoal)

Juíza Madgéli (C) com professores e alunos do projeto Agentes Protetores, que trabalha pelo fim da violência (Fotos: Divulgação/Arquivo pessoal)

O primeiro encontro foi realizado no dia 14/5, a convite da Comissão da Mulher Advogada da Subsecção da OAB de Dom Pedrito, em parceria com o Rotary Clube Obelisco da Paz. O evento, que reuniu mais de 150 pessoas, ocorreu na Casa Rural, às 19h, e contou com a presença da comunidade em geral e de autoridades locais. O Juiz de Direito Alexandre Del Gaudio da Fonseca, titular da 2ª Vara Judicial da Comarca também prestigiou o evento.

O objetivo da palestra foi prestar esclarecimentos à comunidade e dar maior visibilidade para o tema da violência doméstica e familiar contra a mulher, e, ao final, conclamar os poderes constituídos e a comunidade em geral para o estabelecimento de políticas públicas de enfrentamento e combate a esse tipo de violência.

O segundo encontro, Maria na Escola – Conversando sobre a Lei Maria da Penha, foi realizado no dia 15/5 na Escola Municipal Herodiano Arrué, destinada aos professores e pais. A escola trabalha com um projeto pela não-violência, denominado Mudando sua Escola, Mudando sua Comunidade, Melhorando o Mundo. O evento ocorreu às 9h30 min e contou com a presença de representantes da Secretaria Municipal de Educação.

 Jéssica Hübler

Acesse no site de origem: Palestras sobre Violência Doméstica e Familiar realizadas em Dom Pedrito (TJRS – 26/05/2015)