Patrulha apoiará proteção da mulher (TJPA – 04/12/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Implantação da Patrulha Maria da Penha será no próximo dia 9

A Coordenadoria Estadual das Mulheres em Situação de Violência Doméstica e Familiar implementa nesta quarta-feira, 9, no prédio sede do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA), a Patrulha Maria da Penha. A cerimônia contará com a presença da coordenadora estadual das Mulheres, desembargadora Vera Araújo e do comandante Geral da Polícia Militar, coronel Roberto Campos.

A patrulha é formada por um grupo de policiais militares treinados para dar apoio e fiscalizar o cumprimento das medidas protetivas e segurança às mulheres vítimas de violência doméstica. Para atuar na patrulha, os policiais receberam capacitação nesse tipo de atendimento.

Segundo a juíza da 1ª Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, Rubilene do Rosário, que integra a coordenadoria estadual, as Varas selecionarão as mulheres que forem indicadas para atendimento pelo projeto, como em casos de reincidência de ameaça ou de descumprimento de medida protetiva.

“A viatura vai ajudar a mulher a romper o ciclo de violência, orientando sobre como proceder em caso de agressão e sobre a rede de atendimento”, explicou a juíza. A patrulha contará com revezamento de doze policias militares, que farão visitas semanais às vítimas para conferir de perto se as medidas estão sendo cumpridas. Além disso, os policiais também foram treinados para se dirigirem ao agressor quando for necessário.

A patrulha funcionará junto ao Pro Paz Mulher, na Divisão Especializada de Atendimento à Mulher (Deam). No local, outras instituições da rede de assistência à mulher atuam integradas ao projeto. A patrulha tornou-se realidade após assinatura, em agosto desse ano, de um acordo de cooperação técnica entre o Poder Judiciário e o Governo do Pará, por meio da Secretaria de Segurança Pública do Estado e Pro Paz.

Fonte: Coordenadoria de Imprensa
Texto: Vanessa Vieira

Acesse no site de origem: Patrulha apoiará proteção da mulher (TJPA – 04/12/2015)