Patrulha Maria da Penha, em Suzano, já prendeu 15 homens em flagrante (G1 – 21/07/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Grupo foi criado para proteger mulheres vítimas de violência. Em oito meses de atuação, 3 mil visitas às mulheres foram realizadas.

Uma iniciativa realizada em Suzano ajuda a punir a violência contra a mulher. A Patrulha Maria da Penha já prendeu em flagrante 15 homens que agrediam mulheres. A viatura da Guarda Civil Municipal trabalha para garantir que as medidas protetivas de 160 mulheres vítimas de violência doméstica sejam cumpridas.

No Estado de São Paulo, Suzano é uma das primeiras cidades a implantar a Patrulha Maria da Penha. Em 8 meses de atuação no município, já foram realizados 3 mil atendimentos e 15 prisões em flagrante. A última aconteceu na semana passada. Um homem violou a medida protetiva, que o impedia de se aproximar da ex- mulher de 19 anos. Ele bateu na vítima, que pediu ajuda por telefone. O homem foi preso em flagrante.

“A vítima entrou em contato com a GCM, dizendo que o agressor estava na casa dela, que havia sido agredida. Quando chegamos, ele estava dormindo. Então o acordamos, conversamos e ele nos acompanhou até a delegacia”, explicou a guarda municipal Natalina Luiza Oliveira.

Durante a semana, a equipe acompanha a rotina de todas as vítimas. Por dia são, em média, 30 visitas definidas conforme o grau de risco. “Tem pessoas que acompanhamos no trabalho e percurso da escola. Procuramos não fazer o mesmo trabalho nos mesmos dias, que é para o agressor não ter esse tipo de informação”, explicou Sérgio de Assis Andrade, comandante da Guarda Municipal.

Uma vendedora faz parte do programa há sete meses, desde que se separou do marido. “Tive que denunciar, porque se não, amanhã ou depois, ele poderia fazer alguma coisa contra mim. Por isso pedi proteção da polícia”, disse a mulher que não foi identificada por medida de segurança.

A violência contra a mulher vem caindo na Grande São Paulo. Crimes como lesão corporal dolosa (- 5,06%) , maus-tratos (- 37,93%) e invasão em domicílio (- 30,76%) tiveram queda nos quatro primeiros meses de 2015 se comparado com o mesmo período do ano passado. Para a advogada Maria Margarida Mesquita, presidente da Comissão do Atendimento à Mulher, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Suzano, a queda pode estar relacionada a ações como a implantada em Suzano.  “Além de terem monitoramento, são atendidas com certo privilégio,. Eu mesmo atendo mulher vitimada na OAB”, destacou a advogada.

A patrulha Maria da Penha atende somente às mulheres que receberam a medida protetiva da Justiça, mas quem quiser mais informações sobre o projeto pode ligar para a Guarda Municipal de Suzano no telefone 4746-2150.

Acesse no site de origem: Patrulha Maria da Penha, em Suzano, já prendeu 15 homens em flagrante (G1 – 21/07/2015)