Patrulha Maria da Penha vai oferecer atendimento humanizado a vítimas de violência doméstica em Maceió (G1 – 02/04/2018)

Policiais militares que compõem grupo vão ajudar vítima a denunciar agressor com mais segurança e fiscalizar cumprimento das medidas protetivas.

Maceió ganha a partir desta segunda-feira (2) um reforço policial no combate aos crimes de violência doméstica, é a Patrulha Maria da Penha. O objetivo é garantir acompanhamento e atendimento mais humanizado às vítimas.

O lançamento aconteceu nesta tarde, com a inauguração da sede administrativa da Patrulha Maria da Penha, localizada dentro da Central da Mulher e dos Direitos Humanos, no bairro da Jatiúca.

A iniciativa do projeto é das das secretarias de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos (Semudh) e da Segurança Pública (SSP).

“A gente quer reconstruir essa família que foi destruída por um adoecimento emocional. Então a patrulha quer ter aproximidade com a mulher que foi ameaçada de morte. Ela vai fazer o cadastro para que a patrulha a acompanhe até o final. Não deixa de ser uma ação de proteção, mas também prevenção”, disse a secretária da Mulher, Cláudia Simões.

Em 3 anos, Alagoas teve 76 casos de feminicídio. Por isso um dos objetivos do programa também é prevenir, evitar que a situação da violência doméstica não chegue em um nível tão grave.

Além de possibilitar que a vítima denuncie o agressor com mais segurança, o Patrulha no Maria da Penha também vai fiscalizar o cumprimento das medidas protetivas de urgência, por parte do agressor, entre outras coisas.

O modelo de policiamento humanizado foi inspirado em um que já existe na Bahia. Os policiais acompanham a mulher que está em medida protetetiva, indo em sua residência, como também atende a chamados de socorro.

Roberta Cólen

Acesse no site de origem: Patrulha Maria da Penha vai oferecer atendimento humanizado a vítimas de violência doméstica em Maceió (G1 – 02/04/2018)