Paz em Casa 4: combate à violência contra a mulher será priorizado no interior do Rio em março (TJRJ – 29/02/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A 4ª edição da “Semana da Justiça pela Paz em Casa”, promovida pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), já tem data marcada. De 7 a 11 de março, juízes de todo o estado vão unir esforços num mutirão para intensificar a realização de audiências sobre casos de violência contra a mulher. A novidade desta edição é que a campanha será voltada para o interior do Rio, priorizando municípios da Região Serrana, como Teresópolis e Nova Friburgo, que não possuem varas especializadas no tema. Para esta edição estão previstas 1.205 audiências em todo o estado, além de dois plenários de feminicídio, sendo um em Barra Mansa, no Sul Fluminense, e outro em Niterói.

“Resolvemos focar no interior porque identificamos que nessas regiões existe uma carência de juizados de violência doméstica e familiar contra a mulher. Muitas vezes, o juiz acumula numa única vara todos os processos da cidade, então falta esse olhar mais cuidadoso e criterioso com a causa da mulher”, explica a juíza auxiliar da Presidência do TJRJ, Adriana Ramos de Mello, coordenadora da campanha no Rio. No país, a campanha é liderada pela ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia.

O ônibus do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher vai estacionar em Teresópolis nos dias 7 e 8 de março. Já nos dias 9, 10 e 11, o juizado móvel ficará em Nova Friburgo.

Em março, o mês da Mulher, o Paz em Casa completa um ano de atividades voltadas para o combate à violência de gênero e a conscientização da população sobre o tema. Tramitam atualmente na Justiça estadual mais de 130 processos sobre violência contra a mulher. De janeiro de 2015 a janeiro de 2016, foram deferidas 23.328 medidas protetivas.

Edições anteriores

Em 2015, o Tribunal de Justiça do Rio realizou um total de 3.840 audiências nas três edições da Semana da Justiça pela Paz em Casa, ocorridas em março, agosto e dezembro. Já os Tribunais do Júri do estado julgaram um total de 53 acusados de homicídio ou tentativa de homicídio contra mulheres durante a campanha.

JL/ MG

Acesse no site de origem: Paz em Casa 4: combate à violência contra a mulher será priorizado no interior do Rio em março (TJRJ – 29/02/2016)