Paz em Casa: Desembargador fala sobre campanha para rádio (TJMS – 08/08/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Durante todo o mês de agosto, o Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul estará mobilizado em duas grandes campanhas: Justiça pela Paz em Casa e Agosto Lilás.

Diversas ações estão sendo realizadas. Na quarta-feira (10), o projeto Maria da Penha vai a Escola será realizado na Escola Estadual 11 de Outubro, no Jardim Bonança, a partir das 10 horas. A ação é uma realização do TJMS, por meio da Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar, parceiros do governo estadual para erradicar toda a forma de violência contra a mulher.

Nesta segunda-feira (8), o Des. Paschoal Carmello Leandro, que responde pela Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar de MS, concedeu entrevista na Rádio Capital, no programa Meio Dia com Joel Silva, e falou das ações do Judiciário com a campanha Justiça pela Paz em Casa e a participação no Agosto Lilás. A Superintendente das Políticas Públicas para as Mulheres, Luciana Azambuja, também participou do programa de rádio.

O Des. Paschoal lembrou da comemoração de uma década da Lei nº 11.340/2006, mais conhecida como Lei Maria da Penha, e explicou como o judiciário vem atuando para coibir a violência doméstica, principalmente com a inauguração da primeira Casa da Mulher Brasileira do país, que fica em Campo Grande.

“O Poder Judiciário de MS sempre se preocupou com este problema da violência contra a mulher e a Casa da Mulher Brasileira veio contribuir muito para este serviço. Nós já contávamos com duas Varas de Violência Doméstica e Familiar e passamos a ter a 3ª Vara na Casa da Mulher, especializada em analisar Medidas Protetivas de Urgência. Desde que foi inaugurada, foram mais de quatro mil decisões proferidas”.

O magistrado explicou ainda que a 5ª semana da Justiça pela Paz em Casa, que ocorre em todas as comarcas de Mato Grosso do Sul, entre os dias 15 e 19 de agosto terá duas frentes.

“A primeira é a parte judicial. Temos todos os juízes empenhados nesta campanha para haver um maior número de julgamentos nas ações referentes a violência contra a mulher. E também a realização de audiências. Tudo isto para dar agilidade e reduzir o número de feitos em andamento. A segunda é fomentar o apoderamento da mulher fazendo com que ela esteja informada e encorajada para lutar por seus direitos. Teremos palestras, distribuição de cartilhas informativas; serviço de beleza, com corte de cabelo, tintura, manicure e pedicure, maquiagem e o encaminhamento ao mercado de trabalho: tudo para tentar diminuir a dependência econômica da mulher”.

Iluminação: Para lembrar que todos estão engajados contra toda forma de violência contra mulher, durante o mês de agosto, os prédios do Poder Judiciário de MS terão suas fachadas iluminadas com a cor lilás, em alusão a campanha.

Acesse no site de origem: Paz em Casa: Desembargador fala sobre campanha para rádio (TJMS – 08/08/2016)