Pesquisa Sinpolpi: 21% das vítimas de assassinados em Julho no Piauí eram do sexo feminino (Capital Tersina – 07/08/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Alguns dos assassinatos foram crimes passionais

Cerca de 21% das pessoas assassinadas no Piauí no mês de julho de 2015 eram do sexo feminino.  Esse é o maior percentual já registrado neste ano entre vítimas mulheres em uma pesquisa sobre o perfil dos homicídios dolosos que o Sindicato dos  Policiais Civis de Carreira do Piauí (Sinpolpi) realiza mensalmente.

Segundo os dados, em julho sete mulheres foram assassinadas no Piauí, sendo cinco casos registrados na Capital e dois no interior do Estado, mais precisamente nas cidades de Simões e Acauã. Deste total, três crimes foram por motivos passionais e em dois dos casos os motivos investigados foram as brigas de gangues em disputa pelos pontos de drogas.

O presidente do Sinpolpi Constantino Júnior afirma que em números absolutos o mês de julho registrou o mesmo número de feminícidios registrados em fevereiro.  O que torna julho mais violento percentualmente,  é o fato de que o mês  passado registrou bem menos assassinatos  no total geral do que fevereiro que também teve sete crime.  Enquanto no mês do carnaval o Piauí foram computados os assassinatos de 49 pessoas, em julho este número caiu para 33, no menor total deste tipo de crime registrado durante todo o ano de 2015.

A pesquisa também mostrou uma queda acentuada no número de homicídios no interior e litoral. No mês de junho nos demais municípios do Estado houve um total de 21 assassinatos e  em julho caiu para nove casos e apenas o município de Picos registrou mais de um delito.

Se por um lado houve essa queda acentuada nos demais municípios, em Teresina a pesquisa revela um aumento superior a 10%. Os números mostram que em junho na Capital aconteceram 21 homicídios dolosos, três a menos do que em julho que teve 24 casos. A pesquisa do Sinpolpi é realizada com  base nas informações divulgadas pelos meios de comunicação do Estado.

Com relação as zonas mais violentas da capital, a Sul mais uma vez ficou à frente das demais com 10 assassinatos, seguida da Norte, com oito, Sudeste com quatro e Leste com dois crimes.

Outros Números 

Treze vítimas tinham até 21 anos de idade, o mesmo número da faixa etária que vai dos 22 aos 46 anos. Vinte e uma pessoas foram mortas com armas de fogo, a expressiva maioria. Com relação a ocupação das vítimas, em 13 casos elas eram detentos, ex-detentos, assaltantes, traficantes, usuárias de drogas ou internos e ex-internos no caso de adolescentes. Em 12 dos crimes o motivo alegado foi ajuste de contas e quatro pessoas foram mortas em reações a assaltos.

Acesse no site de origem: Pesquisa Sinpolpi: 21% das vítimas de assassinados em Julho no Piauí eram do sexo feminino (Capital Tersina – 07/08/2015)