PI é o 2º no número de denúncias de violência contra a mulher no país (G1/Piauí – 02/12/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Foram registrados pelo menos 44 ligações a cada 100 mil mulheres. Dados é do Ligue 180, um disque-denúncia do Ministério das Mulheres

O Ligue 180 registrou no primeiro semestre deste ano uma média de 179 relatos de agressão por dia, com um total de mais de 32 mil ligações sobre violência contra a mulher. O Piauí ficou com a segunda maior taxa de denúncias, com 44 ligações a cada 100 mil mulheres, perdendo apenas para o Distrito Federal, com 60 casos, e seguido por Goiás, com 35 registros.

O Ligue 180 é o telefone da Central de Atendimento à Mulher, um disque-denúncia do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos que é a principal porta de acesso aos serviços que integram a rede nacional de enfrentamento à violência contra a mulher.

O caso mais recente de violência contra a mulher no Piauí foi registrado na cidade de União, quando um pai matou a facadas a própria filha na segunda-feira (30). Nesse mesmo crime o homem ainda matou o genro. De acordo com a polícia, a motivação seria porque o pai não aceitava que a filha reatasse o relacionamento.

Em Teresina, um dos casos que chocou a sociedade foi o da jovem de 16 anos baleada por dois tiros pelo próprio pai. O crime ocorreu no dia 26 do mês passado no bairro Morada Nova, Zona Sul da capital.

De acordo com Polícia Militar, foram pelo menos quatro disparos, sendo que dois acertaram a menina na perna e abdômen. A garota foi socorrida por um vizinho ainda consciente e levada ao Hospital de Urgência de Teresina. Por conta dos disparos, a garota perdeu um dos rins e o baço.

Outros dados

Segundo dados do Mapa da Violência 2015: Homicídio de Mulheres, o número de mulheres assassinadas em Teresina entre 2003 e 2013 teve aumento de 84,5%. Apesar do crescimento, a capital do Piauí é a 6ª entre as demais capitais que registraram as menores taxas de homicídios.

Já com relação a todo o Piauí, em uma década, 399 mulheres foram assassinadas no estado. Comparado os casos registrados em 2003 (32 mortes) e 2013 (47 mortes), o aumento foi de 46,9%. Quando computada a taxa de homicídio, o estado apresentou um aumento de 34,5% no mesmo período, tendo o 14º maior crescimento entre os demais estados.

A taxa de mortes de mulheres no Piauí é a menor do país junto com a de São Paulo. Ao todo, foram 2,9 mortes a cada 100 mil durante o ano de 2013.

Ellyo Teixeira

Acesse no site de origem: PI é o 2º no número de denúncias de violência contra a mulher no país (G1/Piauí – 02/12/2015)