Polícia registra mais de 200 casos de agressão a mulher (PBAgora – 03/05/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Os dados são alarmantes. Em apenas quatro meses, mais de 200 mulheres foram vítimas de violência em Campina Grande, segundo a Polícia Civil. Nas últimas 72h, pelo menos Seis casos de violência contra mulher foram registrados em Campina Grande e região.

Um dos casos de agressão e que terminou em morte, aconteceu no Ramadinha.

A vítima foi a dona de casa, Rosilma da Silva. Ela foi morta pelo o marido, Inácio Bezerra, após discursão. Segundo relato dos familiares, os dois discutiam sempre. Na última briga causada por ciúmes, o acusado teria dado sete golpes de faca na esposa, que foi socorrida pelos vizinhos para o hospital de Emergência e Trauma da cidade, mas não resistiu aos ferimentos. O acusado continua foragido.

Esse não foi um caso isolado. No bairro do Cruzeiro, uma mulher também foi agredida pelo companheiro. Vizinhos escutaram gritos de socorro e chamaram a polícia. A mulher, sofreu várias escoriações no corpo. O acusado foi preso em flagrante e encaminhado para a delegacia para prestar depoimento. Na zona rural da cidade, o Samu foi acionado depois que uma agricultora foi agredida pelo marido. Ele fugiu do local.

Já na cidade de Pocinhos, um agricultor de 51 anos foi preso em flagrante por bater na esposa, uma idosa de 77. Ele foi autuado na Lei Maria da Penha e por maltrato ao idoso.

No município de Queimadas, um homem agrediu a ex-companheira e a irmã dela. Ele também foi preso.

A polícia alerta que em qualquer caso de violência contra mulher, seja familiar, doméstica ou sexual, as vítimas devem denunciar os acusados através dos números, 180, 190 e 197.

Elas também podem recorrer ao Centro Estadual de Referência da Mulher Fátima Lopes, localizado no bairro do São José. Lá receberão auxílio e acompanhamento.

Severino Lopes

Acesse no site de origem: Polícia registra mais de 200 casos de agressão a mulher (PBAgora – 03/05/2015)