Policia registra mais de 4 mil casos de violência contra mulher em 2016 (G1/Goiás – 09/07/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Estatística também aponta que 9 mulheres foram mortas no estado este ano. Lei Maria da Penha existe há dez anos, mas vítimas ainda temem denunciar

A Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária do Estado de Goiás (SSPAP) registrou 4.296 casos de violência doméstica ou familiar contra a mulher em Goiás entre janeiro e junho de 2016. Dados do órgão revelam também que nove mulheres foram vítimas de feminicídio e outras 34 de tentativa do mesmo crime.

Uma jovem de 18 anos, que não quis ser identificada, conta que é uma das vítimas de violência em casa. Ela relatou que foi abusada, espancada e mantida presa pelo próprio pai. “Ele não deixava eu sair, ter contato com ninguém da minha família e se eu contasse [sobre violências] eu ia ser morta”, relatou.

A Lei Maria da Penha, que pune agressores de mulheres na família ou em casa, completou dez anos nesta sexta-feira (8). Apesar da existência da medida, a psicóloga Auriane Rissi relata que muitas mulheres ainda têm medo de denunciar o agressor. “A vítima não confia nas instituições. Ela não acredita que o juiz ou a polícia vá manter o agressor preso e ela permanece exposta”, relatou.

A diretora do Centro de Valorização da Mulher (Cevam), Maria Cecília Machado, argumenta que há falhas na punição dos agressores, o que gera insegurança nas mulheres. “Onde já se viu, quando a mulher vai embora para casa, ela chega e o agressor já está lá na porta. Ele pagou a fiança e saiu”, relatou.

A delegada Ana Elisa Gomes reforça que é importante que os casos cheguem ao conhecimento da polícia para que o agressor seja penalizado. “Não há que se falar em tolerar um limite, uma quantidade de agressões, uma quantidade de humilhações, uma quantidade de ameaças. Já no primeiro crime, na primeira situação em que você é vitimada, é necessário que você procure a delegacia”, disse.

As denúncias de casos de violência contra a mulher podem ser feitas através do telefone 180.

Acesse no site de origem: Policia registra mais de 4 mil casos de violência contra mulher em 2016 (G1/Goiás – 09/07/2016)