Policiais são afastados após negarem socorro a uma mulher que apanhou em frente à viatura (Diário da Manhã – 14/10/2014)

Após um vídeo que mostra a negligência de dois policiais com relação a uma mulher sendo agredida na frente deles, a Polícia Militar identificou os servidores e eles foram afastados de suas funções. O caso aconteceu em Belém, capital paraense.

No vídeo que teve mais de 5 mil compartilhamentos os policiais assistem a agressão e não interferem em nenhum momento. Eles também não prestaram socorro à mulher. O vídeo mostra a mulher brigando com um homem. Ela é espancada e jogada no meio da rua e ao cair, bate a cabeça em uma viatura da PM que chegava ao local.

Os dois policiais param o automóvel, enquanto o agressor sai do local caminhando. Enquanto isso, a mulher continua caída no chão. Os policiais não saíram da viatura para perseguir o homem. Momentos depois, uma mulher chega ao local e ajuda a outra a se levantar do chão e a viatura vai embora.

Foto:Reprodução/<em>Facebook</em>

Momento da agressão (Foto: Reprodução)

Nas redes sociais, a reação das pessoas foi de revolta  e incredulidade. Várias pessoas questionaram se os policiais foram omissos por não terem interferido na situação. Segundo a lei Maria da Penha, policiais precisam garantir proteção imediata para vítimas de violência doméstica, inclusive encaminhando a mulher ao hospital.

A assessoria de imprensa da Polícia Militar informou que um inquérito militar foi aberto para apurar o caso. A conclusão da investigação está prevista para 40 dias, podendo ser prorrogada por mais 20, em caso de diligências e demais procedimentos.

O vídeo pode ser assistido pelo link presente no Facebook do rapaz que gravou a agressão.