Prefeitura implanta programa liberta mulheres na Casa da Mulher Brasileira (Pref. Campo Grande – 03/02/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A Prefeitura de Campo Grande por meio da Fundação Social do Trabalho e Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres, na manhã desta quarta-feira (3) durante comemoração de 1 ano de criação, edificação e trabalhos da Casa da Mulher Brasileira lançou mais um serviços para as mulheres vítimas de agressões e violência, que é o programa Liberta Mulheres.

Autoridades assinam termo de Cooperação de criação do projeto Liberta Mulheres (Foto:Mário Bueno)

Autoridades assinam termo de Cooperação de criação do projeto Liberta Mulheres (Foto:Mário Bueno)

O diretor-presidente da Fundação Social do Trabalho de Campo Grande, Aldo Donizete reforça que o projeto Liberta Mulheres dá mais autonomia para as mulheres. “Com este projeto damos mais autonomia para as mulheres e condições de cuidar de seus filhos. Inicialmente vamos atender 50 mulheres com este programa de assistência”, frisa.

Em dezembro do ano passado, o prefeito Alcides Bernal assinou o Termo de Cooperação de criação do projeto Liberta Mulheres. Na oportunidade, ele lembrou do trâmite da implantação da Casa da Mulher Brasileira, do qual ele fez parte, e de mais esse instrumento que dá condições à mulher de se sustentar economicamente. “É uma iniciativa que permitirá a reintegração social das mulheres vítimas de violência, ajudando-as a se reerguer com capacitação e encaminhamento ao mercado de trabalho”, destacou o prefeito.

Liberta Mulheres

Os benefícios são para as mulheres cadastradas e que integram o projeto Liberta Mulheres. A iniciativa é uma ação da Funsat (Fundação Social do Trabalho) dentro do Proinc (Programa de Inclusão Profissional) em parceria com a Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres (Semmu) e Casa da Mulher Brasileira. O projeto tem como meta oferecer um salário mínimo, uma cesta básica e vale transporte, em contrapartida a mulher terá a oportunidade de participar de curso de qualificação e a possibilidade de buscar um microcrédito para iniciar um pequeno negócio. Com o projeto, a mulher tem a oportunidade de cuidar dos filhos, sem a dependência financeira do agressor.

Emidio Denardi e Marta Benedito 

Acesse no site de origem: Prefeitura implanta programa liberta mulheres na Casa da Mulher Brasileira (Pref. Campo Grande – 03/02/2016)