PRF intensifica combate a exploração sexual de menores na BR-163, no PA (G1/Santarém e Região – 31/10/2016)

Seis pontos foram alvos de fiscalização no fim de semana em Santarém. Levantamento da polícia mostra que existem outros locais no município

O combate à exploração sexual de crianças e adolescentes tem sido intensificado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) ao longo da BR-163, em Santarém, no oeste do Pará. Conforme relatório apresentado ao G1, seis pontos foram alvos de fiscalização por meio da Operação Mapear II, realizada no fim de semana. Durante os trabalhos, foram feitas buscas e entrevistas no intuito de encontrar menores em situação de risco. No sábado (29), um homem de 58 anos foi preso com uma menina de 14 anos em uma hospedaria. Segundo a polícia, a menor seria levada para região de garimpo para ser prostituída.

Clique aqui para assistir à reportagem

Os pontos vulneráveis são caracterizados por ambientes ou estabelecimentos onde foram encontradas características que propiciam condições favoráveis à exploração sexual de crianças e adolescentes como falta de iluminação, presença de adultos se prostituindo, venda de bebidas alcoólicas sem restrições entre outros. A fiscalização do fim de semana ocorreu em bares, postos de combustíveis, hospedarias e restaurantes que ficam às margens da BR-163, tanto na área urbana, quando na área rural do município.

A ação teve apoio do Ministério Público Estadual (MPE), Juizado da Infância e Juventude, Conselho Tutelar, Polícia Civil (PC) e Polícia Militar (PM). De acordo com o chefe do policiamento e fiscalização da PRF, Sidmar Oliveira, há pontos estratégicos ao longo da estrada onde pessoas fazem o aliciamento de menores para exploração. “A Polícia Rodoviária Federal vai continuar com esse trabalho incessante, com nosso setor de inteligência, levantando dados para que a gente possa desencadear operações para coibir essa prática”, explica.

A cada dois anos são feitas coletas de dados e pontos considerados como estratégicos para a incidência de exploração sexual. Conforme dados da PRF, de novembro a dezembro de 2015 foram visitados ao menos 1.262 locais. Destes, 612 foram considerados de baixo ou médio risco para exploração, 42 de alto risco e 608 tidos como pontos críticos. Em março de 2016, a PRF divulgou mapeou 18 pontos vulneráveis à exploração sexual de crianças e adolescentes ao longo da rodovia federal BR-163.

Projeto Mapear
O projeto Mapear da Policia Rodoviária Federal (PRF) foi criado há 14 anos e busca ampliar e fortalecer ações de enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes no território brasileiro, por meio da realização e atualização dos pontos vulneráveis ao longo das rodovias federais no país. A listagem dos pontos vulneráveis tem o objetivo de criar a possibilidade de um trabalho articulado de prevenção desse tipo de violência, dando o atendimento correto para as vítimas e agressores.

A PRF trabalha com duas frentes de combate à exploração sexual de crianças e adolescentes que são as ações preventivas, como o projeto Mapear e o Comando de Saúde, onde são distribuídos materiais educativos sobre o tema a motoristas profissionais e as ações repressivas realizadas de forma temática. O projeto conta com a parceria da Organização Internacional do Trabalho (OIT), Childhood Brasil, Secretaria de Direitos Humanos, além do Ministério Público do Trabalho.

Acesse no site de origem: PRF intensifica combate a exploração sexual de menores na BR-163, no PA (G1/Santarém e Região – 31/10/2016)