Profissionais que atuarão na Casa da Mulher Brasileira de Curitiba recebem capacitação (SPM – 29/04/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Com as obras da Casa da Mulher Brasileira em fase final, acontece esta semana, de 26 a 29/04, a capacitação dos profissionais que prestarão atendimento humanizado e qualificado às mulheres em situação de violência no novo espaço. Vão atuar na Casa servidores do Município, entre assistentes sociais, psicólogos, educadores; da Delegacia da Mulher; da Defensoria Pública do Paraná; do Ministério Público, além de profissionais contratados e voluntários, integrantes de convênios entre a Prefeitura, universidades e ONGs.

Curso de capacitação para a Casa da Mulher Brasileira. Foto: Valdecir Galor/SMCS

Curso de capacitação para a Casa da Mulher Brasileira (Foto: Valdecir Galor/SMCS)

A Casa da Mulher Brasileira é uma ação do Programa Mulher, Viver sem Violência da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial, da Juventude e dos Direitos Humanos. O treinamento foi organizado pela Secretaria da Mulher de Curitiba e o Instituto Municipal de Administração Pública (Imap).

Por meio do curso, os profissionais recebem informações sobre os trabalhos e as competências dos diversos órgãos e serviços públicos ofertados à mulher em situação de violência, além de atualizar conteúdos referentes à Lei Maria da Penha, à preservação de provas físicas e psíquicas da violência sexual, os protocolos de atendimento, a experiência de atuação do colegiado gestor da Casa da Mulher Brasileira de Campo Grande, MS, e Direitos Humanos, entre outros conteúdos.

“A fase final da obra material marca o início de uma grande e árdua jornada que será fazer com que as mulheres se sintam de fato protegidas na cidade de Curitiba”, disse a secretária da Mulher, Roseli Isidoro. “O Paraná continua sendo um dos estados com maior índice de violência contra a mulher, ocupando os primeiros lugares em relação ao feminicídio: desde do começo do ano passado, já aconteceram 133 casos de feminicídio no estado, sendo cerca de 40 somente em 2016”, denunciou o Procurador de Justiça do Ministério Público do Paraná, Olympio de Sá Sotto Maior Neto.

A coordenadora das delegacias da mulher do Paraná (Codeam), Ana Cláudia Machado, informou que a estrutura da Delegacia da Mulher de Curitiba será transferida para a Casa da Mulher Brasileira. “São mais de 60 profissionais que atuarão nesse espaço dentro da delegacia especializada de atenção à mulher e será mantido o plantão de 24h, como funciona hoje”. “A Casa da Mulher Brasileira é uma conquista muito importante para enfrentar o crime da violência contra a mulher porque evita que a vítima se desloque para vários equipamentos para receber o atendimento necessário”, disse.

A unidade de Curitiba está situada no Bairro Cabral, tem cerca de 4 mil metros quadrados de área construída e representa um investimento de R$ 10 milhões do governo federal na construção e na equipagem da casa.

Fonte: Agência de Notícias da Prefeitura de Curitiba

Comunicação Social
Secretaria de Políticas para as Mulheres – SPM

Acesse no site de origem: Profissionais que atuarão na Casa da Mulher Brasileira de Curitiba recebem capacitação (SPM – 29/04/2016)