Programa de TV destaca a inclusão de vítimas de violência doméstica no mercado de trabalho (TJCE – 16/09/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O projeto “Um Novo Caminhar”, criado para incluir no mercado de trabalho mulheres vítimas de violência doméstica que possuem baixa escolaridade, é tema do “Judiciário em Evidência” desta semana. A juíza Rosa Mendonça, titular do Juizado da Mulher de Fortaleza, é a entrevistada.

Juíza Rosa Mendonça explica como funciona o projeto Um Novo Caminhar

Segundo a magistrada, a iniciativa já está beneficiando quatro vítimas. Elas trabalham no cargo de auxiliar de serviços gerais no Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE). A juíza explica que outras instituições públicas e particulares serão procuradas para ampliar o número de beneficiadas.

Rosa Mendonça ressalta que a dependência econômica é um dos entraves para a mulher denunciar o agressor. “Elas não têm como sustentar a família, então preferem viver dentro daquela violência a fazer uma denúncia. Mas existem outros fatores: o medo, a dependência emocional”, afirmou. Além disso, muitas ainda têm vergonha de se separar do marido e outras desconhecem a rede de proteção.

A juíza também fala sobre o programa “Ronda Maria da Penha”, implementado em março deste ano e que atualmente atende a sete bairros de Fortaleza. A abordagem policial é feita a partir de encaminhamento do Juizado, que indica as mulheres sob medida protetiva. “Não temos ainda números, mas observamos que não está havendo reincidência (de violência). Eu credito isso à atuação do Ronda”, finalizou.

O “Judiciário em Evidência” destaca ainda o acordo de cooperação que a Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do TJCE pretende firmar com universidades. O objetivo é selecionar estudantes dos cursos de Direito, Psicologia e Serviço Social para atuar nas unidades judiciárias onde tramitam processos referentes à Lei Maria da Penha.

O programa traz matéria sobre a etapa presencial do curso de Mediação e Conciliação do Núcleo de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec) do Tribunal. A capacitação começou quarta-feira, dia 14, na Escola Superior da Magistratura do Ceará (Esmec), e termina nesta sexta (16/10).

Tem também reportagem sobre a doação de quase novecentos computadores do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para o TJCE. A iniciativa faz parte do projeto de modernização da Justiça, que objetiva melhorar a infraestrutura tecnológica nas unidades de primeiro grau.

Outro destaque é a programação em homenagem ao Dia do Servidor Público, comemorado em 28 de outubro. As atividades tiveram início nessa terça-feira, dia 13, com a realização de palestra sobre o Câncer de Mama.

O “Judiciário em Evidência” será exibido neste sábado (17/10), na TV Assembleia, às 18h30; no domingo (18/10) na TV O Povo, às 12h15; e na segunda-feira (19/10), na TV Fortaleza, às 14h30.

CANAIS
TV Assembleia – canal 30 aberto e Multiplay
TV O Povo – canais 48 aberto e 23 da Multiplay
TV Fortaleza – canais 6 da Multiplay e 61.4 digital aberto. Nessa emissora, as reprises ocorrem na quarta-feira (7h), quinta-feira (15h10) e no sábado (12h).

O programa também fica disponível nos sites www.tjce.jus.br e youtube.com.br/tjceimprensa.

Acesse no site de origem: Programa de TV destaca a inclusão de vítimas de violência doméstica no mercado de trabalho (TJCE – 16/09/2015)