Programas de políticas para as mulheres são apresentadas a representantes da União Europeia (SPM – 20/09/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Representantes da União Europeia, coordenados pelo chefe da Seção para Assuntos Políticos, Econômicos e de Informação, Stefan Simosas, estiveram na sede em Brasília, na tarde dessa segunda-feira (19), para conhecer as políticas brasileiras de equidade e autonomia econômica para as mulheres.

A secretária especial de Políticas para as Mulheres, Fátima Pelaes, apresentou as políticas brasileiras que serão trabalhadas nos próximos dois anos. Entre eles, destacou o fortalecimento e a ampliação do programa Pró-Equidade de Gênero e Raça, que deverá fechar parceria com os países europeus para a expansão do programa.

Outra ação que está sendo desenvolvida pela SPM é o Programa Mulher Empreendedora, que irá atender a mulheres que pretendem formalizar suas ações empreendedoras.

“Estamos trabalhando em um programa, em parceria com diversos órgão federais e com a indústria e comércio, para apoiar e ampliar a formalização de mulheres empreendedoras. Temos várias guerreiras em todo o país, que chefiam seus lares, que produzem produtos de qualidade e que precisam de um apoio para se desenvolver”, disse.

Na área da educação, Fátima Pelaes explicou a parceria que está sendo formalizada com o Ministério da Educação para a formação de profissionais da educação no enfrentamento à violência e no combate à cultura do machismo. E em outra frente, o trabalho será desenvolvido com as Universidades Federais para a especialização e empoderamento das mulheres em questão de vulnerabilidade.

Fátima Pelaes também apresentou o Projeto “Menina-Moça Mulher”, que será desenvolvido no Rio de Janeiro, em parceria com o Instituto Carlos Chagas e vários órgão federais, para o resgate de jovens mulheres que vivem em situação de vulnerabilidade social e drogadição.

“O nosso foco é o empoderamento da mulher e a luta contra o machismo, para que as mulheres brasileiras sejam fortalecidas. Sem esquecer o enfrentamento à violência, que deve ser uma luta permanente”, disse. Ela completou ressaltando a luta contra a violência: “Conseguimos, com as Casas da Mulher Brasileira, o Ligue 180 e o fortalecimento da rede de atendimento, que mais mulheres se encorajem, que denunciem seus agressores e que rompam ciclos de violência, muitas vezes vividos durante anos”. O chefe da Seção para Assuntos Políticos, Econômicos e de Informação, Stefan Simosas, disse que a União Europeia considera muito importante a questão de gênero. Ele disse que é fundamental trabalhar a questão de gênero nas escolas.

“Em alguns países na Europa a igualdade já está incorporada na cultura. Aqui no Brasil vejo que é muito importante mostrar essa igualdade para as crianças, na perspectiva de que no futuro a desigualdade seja eliminada”, disse.

Comunicação Social
Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres – SPM
Governo Federal

Acesse no site de origem: Programas de políticas para as mulheres são apresentadas a representantes da União Europeia (SPM – 20/09/2016)