Projeto Qualificar da DP do Maranhão capacita mulheres em situação de risco (DPMA – 18/11/2013)

Mulheres concluem formação profissional (Foto: DPMA)

Mulheres concluem formação profissional (Foto: DPMA)

A Defensoria Pública do Estado (DPE/MA) e a Federação das Indústrias do Maranhão (Fiema), por intermédio do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), finalizaram, na última semana, a primeira turma do curso de Iniciação a Eletricidade Predial Básica, em cerimônia realizada no Senai. O curso intensivo, que durou dois meses, teve o objetivo de garantir capacitação profissional a mulheres em situação de risco pessoal e social, oportunizando sua inserção no mercado de trabalho. O curso integra as ações do projeto Qualificar, desenvolvido em parceria pela DPE/MA e Senai.

Segundo o defensor público geral do Estado, Aldy Mello de Araújo Filho, o projeto visa contribuir para fazer com que a mulher rompa o ciclo de violência e possa recomeçar sua vida. “Muitas mulheres que sofrem violência doméstica e familiar dependem, sob o aspecto financeiro, do próprio agressor, normalmente marido ou companheiro. Combater a violência, nesses casos, não é apenas uma questão de segurança pública. É preciso assegurar a essas mulheres possibilidades de emprego e renda. Com essa parceria com o Senai, estamos proporcionando a elas a oportunidade de aprender uma profissão e de ser integradas ao mercado”, explicou.

O curso intensivo durou cerca de dois meses e capacitou mulheres assistidas pela Defensoria, que vivem em situação de vulnerabilidade. Além de mulheres em situação de violência doméstica, essa primeira turma, ministrada por eletrotécnicos do Senai, foi composta também por reeducandas do Centro de Reabilitação de Mulheres Apenadas (Crisma), que cumprem pena em regime aberto, e integrantes do Projeto Justiça Comunitária, desenvolvido pela DPE/MA na Cidade Olímpica.

O diretor regional e superintendente do Instituto Euvaldo Lodi (IEL), Marco Antonio Moura da Silva, destacou o papel do Senai para o desenvolvimento econômico e social do estado. “Parcerias como esta que mantemos com a Defensoria trazem sempre bons resultados. A profissionalização é o melhor caminho para que essas mulheres obtenham independência financeira e possam recuperar sua dignidade”, comentou.

A coordenadora do Núcleo Psicossocial da DPE/MA, a assistente social Silene Gomes, ressaltou que a capacitação profissional eleva a autoestima da mulher, gera novas perspectivas, confiança e independência. “A inserção ao mercado de trabalho mudará a sua realidade”, disse.

O evento foi realizado no auditório do Centro de Educação Profissional e Tecnológica (CEPT) Raimundo Franco Teixeira, no Monte Castelo, com a presença de assistentes sociais, professores do Senai, além de familiares e amigos das formandas.

A aluna Jandira Andrade Batista agradeceu às instituições e reconheceu que as participantes, hoje, vislumbram um futuro bem diferente. “Acredito que a maioria dessas mulheres estava desiludida, insegura, mas a partir deste curso, poderemos fazer do nosso futuro algo muito melhor, onde dependeremos apenas de nós mesmas e do nosso trabalho”, finalizou.

Acesse no site de origem: Projeto Qualificar da DPE capacita mulheres em situação de risco (DPMA – 18/11/2013)