Recurso de um dos réus no Caso Eliza é invalidado (TJMG – 14/04/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Através de despacho, o desembargador Doorgal Andrada, da 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), negou seguimento ao recurso de M.A.S., um dos acusados do assassinato de Eliza Samudio.

De acordo com o despacho, publicado ontem, os advogados de M.A.S. foram “omissos e desidiosos”, mostrando claramente “desinteresse em prosseguir no recurso”.

Segundo o desembargador, a apresentação tardia das razões recursais constitui mera irregularidade, mas “esta tolerância processual tem limites e não pode prejudicar o feito”.

Andrada ponderou que a defesa de B.F.D.S., outro acusado do crime, apresentou suas razões recursais em outubro de 2013 e desde então aguarda o mesmo procedimento dos outros réus.

Assim, o desembargador determinou o trânsito em julgado do processo para o acusado M.A.S., “devendo ser cumpridas as formalidades para a execução de sua pena definitiva”.

Assessoria de Comunicação Institucional – Ascom
TJMG – Unidade Raja Gabaglia

Acesse no site de origem: Recurso de um dos réus no Caso Eliza é invalidado (TJMG – 14/04/2015)