Reino Unido: Polícia vai tratar denúncia de estupro com mesma severidade de ameaça terrorista (Opera Mundi – 02/06/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Segundo relatório, 80% das vítimas britânicas de violência sexual sofrem em silêncio de modo que esses crimes são profundamente mal estimados

A polícia do Reino Unido prometeu tratar casos de estupro e de assédio sexual com a mesma severidade de ameaças terroristas, reportou o Guardian nesta terça-feira (02/06). A decisão de elevar a preocupação de violência sexual ao mesmo patamar de questões que envolvem a segurança nacional vem em meio ao lançamento de um relatório que revela que a instituição britânica falha na investigação de vítimas desta modalidade criminal.

“Nós temos que dar a mesma prioridade às investigações de ofensa sexual como fazemos para combater o terrorismo”, garantiu o comissário da polícia Sir Bernard Hogan-Howe, em entrevista ao jornal inglês.

A avaliação foi conduzida por Elish Angiolini para a Met (Polícia Metropolitana, principal força do Estado) e para a CPS (Crown Prosecution Service, a procuradoria britânica). Segundo a especialista, o governo do recém-reeleito premiê, o conservador David Cameron, deverá fornecer mais recursos para ajudar a lidar com um aumento de denúncias de violência sexual

De acordo com o relatório, ao menos 80% das vítimas deste tipo de delito sofrem em silêncio e não denunciam seus ataques, de modo que esses crimes são profundamente mal estimados pela polícia do Reino Unido.

A avaliação, que faz quase 50 recomendações a essas instituições para melhorar o atendimento às vítimas e a investigação desses casos, está sendo implementada na capital, Londres, mas poderá gerar mudanças em nível nacional, estima Guardian.

Nos últimos anos, a Polícia Metropolitana tem sido marcada por uma série de escândalos pela forma como investiga e leva à justiça os casos de estupro reportados no país.

Há cerca de duas semanas, a imprensa britânica reportou que mais de 1.400 pessoas estariam sendo investigadas pela polícia local na operação Hydrant, que desde o ano passado analisa casos de abuso sexual infantil no Reino Unido. Entre os suspeitos, estão 135 artistas do cinema e da televisão, 76 políticos e 43 músicos, totalizando ao menos 254 pessoas públicas envolvidas no escândalo.

Acesse no site de origem: Reino Unido: Polícia vai tratar denúncia de estupro com mesma severidade de ameaça terrorista (Opera Mundi – 02/06/2015)