Ronda Maria da Penha da PM baiana atuará ainda este mês (A Tarde – 10/03/2015)

A Ronda Maria da Penha deve começar a atuar ainda este mês. O termo de cooperação para o início das atividades foi assinado, no último domingo, pelo governador Rui Costa.

Segundo a capitã PM Ana Paula Queiroz – comandante da ronda -,  agora, membros das polícias Militar e Civil, MP-BA, Defensoria Pública e Tribunal de Justiça da Bahia vão formar uma comissão de governança.

A ronda tem o objetivo de atender mulheres que têm medida protetiva concedida pela Justiça. A comissão irá eleger as prioridades, os casos em que elas têm maior vulnerabilidade.

Após esta etapa, conforme a comandante, a ação ocorrerá, inicialmente, no subúrbio ferroviário, com 22 policiais, que irão até a residência das mulheres. Cada caso terá sua especificidade: “A ronda  fará um contato  direto, acompanhando a mulher para que ela perceba que não está sozinha”.

Inicialmente, serão verificados diversos aspectos . “Fazemos a primeira visita e verificaremos qual é a situação, se o agressor continua querendo aproximação, se faz ameaças. Observamos o risco e estabelecemos uma periodicidade”, afirma ela.

Ana Paula ainda ressalta que as vítimas de agressão doméstica podem continuar denunciando pelo 190. Já as mulheres que serão acompanhadas pela ronda terão um contato telefônico direto com os 22 policiais.

Reivindicação

Segundo a promotora de Justiça Márcia Teixeira, a criação da ronda é uma reivindicação antiga do MP-BA, em função dos bons resultados  alcançados em estados como o Rio Grande do Sul.

Terá a tarefa de supervisionar o cumprimento da medida protetiva, com o objetivo de proteger  mulheres  avaliadas como em situação de risco grave”, afirma.

Luan  Santos

Acesse no site de origem: Ronda Maria da Penha da PM baiana atuará ainda este mês (A Tarde – 10/03/2015)