Ronda Maria da Penha já atua nos circuitos do Carnaval (Gov/BA – 06/02/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Criada há menos de um ano, a Ronda Maria da Penda da Polícia Militar da Bahia faz sua primeira participação no Carnaval de Salvador. Sua atuação envolve desde o monitoramento de casos de violência contra a mulher à conscientização sobre e importância de combater esse tipo de crime. Como resultado deste trabalho, um homem foi preso em flagrante na madrugada deste sábado ao agredir sua companheira, próximo aos sanitários químicos do Orixás Center, no circuito Osmar.

“Ele estava sufocando a mulher, foi detido pela ronda e depois encaminhado à Central de Flagrantes que funciona no Prédio da Polícia Civil, na Praça da Piedade. Lá, foi lavrado um auto de prisão”, explica a subcomandante da Operação Ronda Maria da Penha, Ana Paula Queirós. A subcomandante lembra que, além da violência física, a lei Maria da Penha pune outros tipos de agressão à mulher como ameaças e xingamentos.

Os ataques de violência moral ou psicológica também podem ser denunciados. E no caso de Carnaval, o beijo forçado, sem o consentimento da mulher, também é considerado um ato de agressão e deve ser denunciado, diz a policial. Em todos esses casos, a vítima ou denunciante pode acionar o primeiro policial que localizar.

“Temos feito um trabalho importante de conscientização com os policiais que estão atuando no carnaval para que estejam atentos a esses casos”, afirma a subcomandante. As denúncias podem ser feitas diretamente aos agentes policiais ou também encaminhadas pelos telefones 180 (Central de Atendimento à Mulher) e 190 (Central de Telecomunicação da Secretaria de Segurança Pública).

Acesse no site de origem: Ronda Maria da Penha já atua nos circuitos do Carnaval (Gov/BA – 06/02/2016)