Roubo a casa cresce 71% e a ônibus, 14% no DF; estupro tem alta de 13% (G1 – 04/02/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Homicídios caíram 7%, e latrocínios tiveram queda de 42% diz secretaria. Crimes cresceram mesmo após PM pôr 600 homens a mais nas ruas.

Mesmo com a inclusão de 600 homens no policiamento nas ruas do Distrito Federal desde o último dia 8, a capital fechou janeiro com aumento de 71,2% nos roubos a residências (de 52 para 89 casos) e de 14,2% nos assaltos a ônibus (211 para 241), na comparação com o mesmo período do ano passado. Os estupros cresceram 13,3% – de 45 para 51 casos. O balanço sobre a criminalidade no DF foi divulgado pela Secretaria de Segurança Pública nesta quinta-feira (4).

As tentativas de latrocínio subiram de 19 para 26 casos (36% a mais). Roubos a pedestres subiram de 2.860, em 2015, para 3.061, em 2016 (alta de 7%) – média de 98,7 crimes por dia.

O número de homicídios caiu de 69 para 64 (-7,2%). Foram 7 latrocínios em janeiro de 2016, contra 4 no mesmo período do ano passado.

Os roubos a comércio caíram 9,8% – de 357, em 2015, para 322, em 2016. O número de furtos a veículos caiu de 1.237 para 999 casos (-19,2%).

O balanço aponta que a Polícia Militar prendeu 794 pessoas em janeiro deste ano. Durante o período foram apreendidos 430 adolescentes.

A Polícia Civil prendeu 593 pessoas durante o mês, redução de 9,1% em relação a janeiro de 2015. O número de menores apreendidos subiu de 123 para 134 – aumento de 8,9%.

Sistema fora do ar

Nesta quarta-feira (3), a reportagem da TV Globo mostrou que as informações sobre a criminalidade no DF não estavam disponíveis no site da Secretaria de Segurança. Os dados voltaram a ser publicados nesta quinta.

“Nós estávamos otimizando o sistema. Qualquer usuário que tenha a necessidade, neste momento, de fazer uma consulta, verá que além dos registros habituais das estatísticas convencionais, que já existiam, nós criamos uma série histórica, de 2000 a 2014, extratificados por tipos penais, por proporção por habitante, por região administrativa, ajudando bastante para que possa se desenvolver estudos, estratégias de inteligencia em relação ao tratamento da criminalidade”, disse a secretária.

Alexandre Bastos

Acesse no site origem: Roubo a casa cresce 71% e a ônibus, 14% no DF; estupro tem alta de 13% (G1 – 04/02/2016)