Saiba onde procurar ajuda em caso de violência sexual no Recife (TJ Jornal – 17/09/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O medo e o constrangimento sofrido por mulheres, vítimas de violência sexual, muitas das vezes fazem com que o crime de estupro não seja denunciado, fazendo com que o criminoso faça novas vítimas e a mulher não receba os devidos cuidados médicos. Para evitar que isso ocorra, foi criado, em julho deste ano, o Centro de Atenção à Mulher Vítima de Violência, localizado no Hospital da Mulher, na BR­101, no bairro do Curado, Zona Oeste do Recife.

Leia mais: 
Parceria entre polícia e Hospital da Mulher (Folha PE – 17/09/2016)
Campanha incentiva mulher a denunciar violência sexual (JC – 16/09/2016)

No local, que possui uma fachada discreta, as mulheres podem registrar boletins de ocorrências, sem a necessidade de ir a uma delegacia, e receber medicamentos, como coquetéis contra doenças sexualmente transmissíveis e gravidez. Ainda é possível fazer exames sexológicos com peritos do Instituto de Medicina Legal (IML), que ficam de plantão 24h na unidade.

As mulheres que procurarem o Centro de Atenção à Mulher Vítima de Violência serão acompanhadas durante seis meses, dependendo da gravidade do abuso. Em caso de gravidez provocado por estupro, no local também é possível fazer abordo, como previsto uma Lei Federal. De acordo com a coordenadora do centro, Sandra Leite, o objetivo de reunir todos esses atendimentos no lugar é para evitar a subnotificação desse tipo de crime.

De acordo com dados da Secretaria de Defesa Social, de janeiro a agosto deste ano, 965 mulheres foram vítimas de estupro em Pernambuco. No mesmo período do ano passado, foram 1.230 ocorrências.

Homens

O crime de estupro não vitimiza somente mulheres e crianças. Em Pernambuco, de janeiro a julho deste ano, 66 homens, entre 0 e 60 anos, foram estuprados, segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde. O número é 20% maior do que o registrado no mesmo período de 2015. Ainda assim, o número de subnotificações ainda é grande.

No Recife, não existe um centro de referência destinado pessoas do sexo masculino, que foram abusadas. A recomendação é procurar o Hospital Correia Picanço, que fica na Tamarineira, ou a Policlínica Gouveia de Barros, na Boa Vista.

Confira lista de centros de referência no atendimento de mulheres vítimas de violência
sexual

Serviço de Apoio à Mulher Wilma Lessa
Atividades: assistência às vítimas de violência sexual
Estrada do Arraial, 2723, Casa Amarela
Atendimento: 24h aos moradores região
Telefone: 3267 1739 / 1740
Referência: Ao lado da emergência do Hospital Agamenon Magalhães

Policlínica e Maternidade Professor Barros Lima
Atividades: assistência em saúde e às vítimas de violência sexual
Av. Norte, 6465, Casa Amarela
Atendimento: 24h aos moradores região
Telefone.: 3269 7324

CISAM ­ Centro Integrado de Saúde Amauri de Medeiros
Atividades: assistência às vítimas de violência sexual
Rua Visconde de Mamanguape, s/n, Encruzilhada
Atendimento: 24h
Telefone: 3427 3311
E­mail: [email protected] (mailto:[email protected])

Policlínica e Maternidade Professor Arnaldo Marques (Maternidade do Ibura)
Atividades:assistência às vítimas de violência sexual
Av. Dois Rios, s/n, Ibura de Baixo
Atendimento: 24h aos moradores região
Telefone: 2122 0800 / 6868

Policlínica e Maternidade Professor Barros Lima
Atividades: assistência em saúde e às vítimas de violência sexual
Av. Norte, 6465, Casa Amarela
Atendimento: 24h aos moradores região
Telefone: 3269 7324

Acesse no site de origem: Saiba onde procurar ajuda em caso de violência sexual no Recife (TJ Jornal – 17/09/2016)