Santarém combate violência contra a mulher (TJPA – 30/06/2017)

Atividades envolveram rede de apoio às vítimas de violência

A Coordenadoria Estadual de Mulheres em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Tribunal de Justiça do Pará realizou uma série de atividades na Comarca de Santarém, voltadas para a promoção de políticas em favor das mulheres vítimas de violência. Na Vara de Violência Doméstica da Comarca de Santarém, os trabalhos do Esforço Concentrado iniciados, no último dia 27 de junho, movimentaram diversos processos na unidade, que tem um acervo total de 2.948 feitos, dentre ações penais, incluindo as referentes a feminicídio, e medidas protetivas.

De acordo com a desembargadora Diracy Nunes Alves, titular da Coordenadoria, os resultados obtidos na ação em Santarém são consideráveis. “Ainda não temos o quantitativo de processos movimentados nos quatro dias de esforço concentrado na Vara, mas podemos dizer que os resultados da nossa ação em Santarém foram muito proveitosos no sentido de integrar as unidades de violência doméstica no Estado, de forma que temos um trabalho mais padronizado, mais aproximado, mais conectado tanto com outros municípios quanto com a Coordenadoria e o TJPA”.

A ação da Coordenadoria em Santarém encerrou com a realização de uma reunião com representantes de vários órgãos integrantes da rede de apoio à vítima de violência doméstica e familiar, como Ministério Público, Defensoria Pública, Polícia Civil, Fundação Pro Paz, Ordem dos Advogados do Brasil – seção Pará, Polícia Militar, secretarias municipais de Educação, Saúde, além de membros da Vara de Violência Doméstica do Município. O objetivo foi discutir formas de atuação eficazes no enfrentamento da violência doméstica e familiar contra a mulher, alinhando as ações, bem como expor os projetos que vem sendo realizados nesse sentido.

As atividades abrangeram ainda visitas ao Centro de Referência e Atendimento Especializado e Assistência Social Maria do Pará, ao Propaz Mulher, e também uma palestra ministrada pela desembargadora Diracy Alves a alunos de Direito da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA).  

Marinalda Ribeiro 

Acesse no site de origem: Santarém combate violência contra a mulher (TJPA – 30/06/2017)