SecMulher-PE debate violência em comunidades rurais do Agreste e do Sertão (Gov/PE – 11/04/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Mais oito comunidades rurais do Sertão do Moxotó e do Agreste Central serão visitadas a partir desta segunda-feira (13/04) pela equipe da Secretaria da Mulher de Pernambuco (SecMulher-PE) dentro da programação da campanha Violência contra a Mulher Não dá Frutos. O intuito da visita é promover o debate a cerca da violência doméstica e familiar e a criminalização do machismo entre as mulheres de localidades rurais. Nesta semana, os municípios contemplados são Sertânia, Caruaru, Custódia e Ibirajuba.

A campanha é uma parceria entre a SecMulher-PE, a Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República e as prefeituras. A ideia é reunir em rodas de conversa as moradoras das zonas rurais, que muitas vezes acabam sem informações em função da distância dos grandes centros e se tornam vítimas mais fáceis da violência de gênero.

As equipes formadas por psicólogos e assistentes sociais informam as mulheres sobre os mecanismos de proteção à mulher garantidos na Lei Maria da Penha para a punição dos agressores, assim como a Rede Pernambucana de Atendimento à Mulher em Situação de Violência. O Estado conta com dez delegacias especializadas, 19 Centros de Referência de Atendimento às Mulheres (CRAMs), quatro casas abrigos, nove Varas de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, além da Defensoria Pública Especializada na Defesa dos Direitos da Mulher.

Desde setembro, dois ônibus estão percorrendo os 181 municípios pernambucanos que têm áreas rurais, levando informações e esclarecimentos sobre a violência doméstica e familiar contra mulher, a Lei Maria da Penha e sua aplicação. A meta é que ao fim da campanha, prevista para durar dois anos, duas comunidades rurais de cada município tenham sido atendidas.

Saiba onde os ônibus estão está semana:

pernambuco_prog onibus

 

 

 

 

 

 

 

Acesse no site de origem: SecMulher-PE debate violência em comunidades rurais do Agreste e do Sertão (Gov/PE – 11/04/2015)