Seminário destaca mudança de comportamento da sociedade no enfrentamento à violência contra mulheres (Gov/MS – 09/03/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O debate no primeiro painel do Seminário Estadual de Políticas Públicas para Mulheres destacou os avanços com a Lei Maria da Penha e a com criação do Pacto Nacional de Enfrentamento à Violência. Com a participação de gestoras, conselheiras e representantes de movimentos sociais, o evento que começou nesta tarde (9), às 13h30, prossegue até sexta-feira (11), no Centro Cultural José Octávio Guizzo (Teatro Aracy Balabanian), na Capital.

A palestrante Eliana Piola, falou da mudança de comportamento da sociedade na questão de gênero. “nossa maior conquista é a mudança na ordem cultural que a Lei Maria da Penha trouxe ao nosso País. As pessoas estão mais conscientes e informadas sobre a gravidade da violência contra a mulher e isso está quebrando paradigmas”, descreveu Eliane que é integrante da Comissão Organizadora da 4ª Conferência Nacional de Política para Mulheres.

O seminário é organizado pela Subsecretaria de Políticas Públicas para Mulheres (SPPM), pasta ligada à Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast) em parceria com o Ministério das Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos.

A gestora da Casa dos Conselhos de Ponta Porã, Carmem Ely, reforçou o empenho que a Subsecretaria de Políticas Públicas para Mulheres vem dando aos municípios. “A equipe está fortalecida porque temos todo um suporte para nos direcionar nos trabalhos, tanto em capacitações e também nos materiais que são fornecidos. A orientação que recebemos é fundamental para os procedimentos que são realizados em nosso município, isso torna o serviço muito mais eficaz”, destacou Carmem.

Luciana Azambuja, subsecretária da Mulher, reforçou a parceria com os municípios e falou da conquista obtida na manhã de ontem (8) com a assinatura da Carta Compromisso, em que órgãos do executivo vão trabalhar em conjunto para colocar em prática ações voltadas as mulheres vítima de violência. “Teremos vagas para mulheres em situação de violência nos cursos oferecidos pela Casa de Qualificação e vamos facilitar o acesso às linhas de microcrédito do Banco Cidadão, essa conquista é com um dos parceiros, a Fundação de Trabalho de Mato Grosso do Sul (Funtrab)”, anunciou Luciana.

Comitê – Em publicação no Diário Oficial do Estado de hoje (9), o Governo do Estado instituiu o Comitê Gestor Estadual de Implementação, Avaliação e Monitoramento das Políticas Públicas para Mulheres, órgão vinculado à Sedhast e competente para propor e para promover a implementação, avaliação e monitoramento das políticas públicas para mulheres no âmbito do Estado de Mato Grosso do Sul, com a finalidade de elaborar diretrizes, metodologias, mecanismos e procedimentos a serem implementados pelo órgão gestor estadual das políticas públicas para mulheres.

Serviço – O Centro Cultural José Octávio Guizzo fica na Rua 26 de Agosto, 453, centro de Campo Grande/MS.

Texto e fotos: Solange Mori (Assessoria Vice-Governadoria e Sedhast)

Acesse no site de origem: Seminário destaca mudança de comportamento da sociedade no enfrentamento à violência contra mulheres (Gov/MS – 09/03/2016)