Seminário discute violência contra a mulher idosa (Agência Pará – 21/10/2014)

A Coordenadoria de Ações Educativas Complementares (Caec), ligada à Diretoria de Ensino para a Diversidade, Inclusão e Cidadania (Dedic) da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), realiza o “I Seminário de Educação pelo Enfrentamento à Violência contra a Mulher Idosa: fortalecendo o afeto familiar e a cidadania no contexto escolar”.

O evento será realizado nesta quarta e quinta-feira, 22 e 23 de outubro, no auditório Desembargador Agnano de Moura Monteiro, do Fórum Cível de Belém – Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJE).O evento busca sensibilizar professores e especialistas em educação sobre a violência contra a pessoa idosa, especialmente a mulher. De acordo com a Caec, dados do Disque 100, serviço telefônico de recebimento, encaminhamento e monitoramento de denúncias de violação de direitos humanos, dão conta de que a mulher idosa é a que mais sofre violência. Pensando nisso e também na falta de conscientização pública sobre estes assuntos, aliada à falta de meios e de equipamentos que protejam as mulheres idosas vítimas de violência e abuso, foi organizado um seminário para fortalecer o compromisso dos diversos setores da sociedade com o atendimento, a defesa e a garantia dos direitos da pessoa idosa.

A professora Walquíria Alves, do Projeto Educação e Envelhecimento e do Projeto Vitória Régia – Diálogos na escola: prevenção e enfrentamento à violência contra a Mulher, junto com a equipe da Caec, é quem está coordenando esta ação. Para Walquíria, a violência no contexto das famílias em geral tem tido uma crescente atenção pública nos últimos anos. “Foram implementados diversos programas, leis e medidas, tanto nos países europeus como em nível comunitário, no que diz respeito à violência contra mulheres em relações de intimidade e à violência contra crianças. Também o tema da violência contra pessoas idosas tem recebido uma crescente atenção no discurso público e no desenvolvimento de medidas políticas”.

Programação

Nesta quarta-feira (22), será realizada a palestra Aspectos Demográficos do Envelhecimento, com Emídio Rebelo, do Conselho Estadual da Pessoa Idosa (CEDPI/CNDI). O público também vai poder assistir a Palestra Conhecendo a Lei Maria da Penha, com a palestra de Rubilene Silva do Rosário, do Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJ-PA). Ainda na quarta, haverá a palestra com o tema Diversidade, Envelhecimento e Mulher, com a Profa. Ms. Maria de Nazaré Machado, da Federação das Associações e Pensionistas do Pará (FAAP/ Cedpi).

Na quinta-feira (23), o seminário contará com a palestra “A Violência Intrafamiliar contra a Pessoa Idosa”, ministrada por Karlo Edson Moreira, médico geriatra do Hospital Universitário João de Barros Barreto (SBGG/ HUJBB/ UFPA). A programação segue com a palestra “Direitos Humanos e Políticas Públicas para a Mulher: a distância entre o declarado e o vivido”, ministrada por Arlete Rose Guimarães, Coordenadora do Núcleo de Atendimento à Mulher da Defensoria Pública do Estado do Pará (Naem). Os Desafios do cumprimento do Estatuto do Idoso,será a última palestra do evento, ministrada por Ana Maria Magno Freitas, da Comissão de Defesa do Direito do Idoso – OAB/Pa.

O seminário faz parte do projeto “Vitória Régia: Diálogos na escola: prevenção e enfrentamento à violência contra a mulher” e o projeto “Educação e Envelhecimento”, que são ações de enfrentamento à violência contra a mulher e a pessoa idosa. A expectativa é de que o evento reúna mais de 200 pessoas, sendo o público direcionado para quem trabalha com idosos. O Fórum Civil de Belém fica na Rua Coronel Fontoura, na Cidade Velha (atrás da Prefeitura Municipal de Belém).

Silvia Leão

Acesse no site de origem: Seminário discute violência contra a mulher idosa (Agência Pará – 21/10/2014)