Seminário na Casa do Cidadão encerra atividades alusivas ao mês da mulher (Pref. Vitória – 30/03/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O I Seminário de Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres: Reflexões sobre as Questões de Gênero e Raça, realizado nesta quarta-feira (30), no auditório da Casa do Cidadão, em Itararé, foi um sucesso. O evento, que reuniu cerca de 100 pessoas entre representantes de movimentos sociais, sociedade civil organizada, estudantes e servidores, encerrou as atividades alusivas ao mês da mulher em Vitória.

I Seminário de Enfrentamento à violência contra as mulheresA iniciativa, organizada pela Gerência de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Secretaria Municipal de Cidadania e Direitos Humanos (Semcid), contou com a presença da coordenadora da Rede de Enfrentamento à Violência contra às Mulheres da Secretaria de Politica para Mulheres (SPM), Gabriela Ferraz, da coordenadora do Centro de Estudos Afro Brasileiro (Ceafro), Heloisa Ivone Carvalho, da vice-presidente do Conselho Municipal de Juventude de Vitória, Thais Souto Amorim, e da coordenadora do Núcleo de Estudos Afro Brasileiros da Ufes, Patricia Rufino.

A abertura do evento ficou por conta da apresentação cultural do Grupo Sawabona e da cantora Xis Makeda, que destacaram a cultura negra por meio da dança e da música, respectivamente. Em seguida, deu-se início a mesa “Trajetória histórica da mulher e processos de violência” em que foram discutidos os dados do Mapa da Violência contra a Mulher e a necessidade de uma maior representatividade feminina na política.

“O Mapa da Violência de 2015 aponta o Espírito Santo como o 2º estado do país onde mais ocorre mortes violentas de mulheres. Apesar de alguns avanços, como a aprovação da Lei do Feminicídio (13.104/15) e a Política nacional de Enfrentamento à Violência contra a Mulher, ainda temos um longo caminho a percorrer. Precisamos de uma maior participação da mulher na política brasileira”, destacou Gabriela Ferraz.

A temática “Violência contra a mulher negra” também foi discutida durante o Seminário. Na ocasião, a vice-presidente do Conselho Municipal de Juventude de Vitória, Thais Amorim, falou sobre o tema “Violência, Mulheres e Juventudes” e a coordenadora do Núcleo de Estudos Afro Brasileiros da Ufes, Patrícia Rufino, fez uma abordagem sobre “Questão da Violência contra Mulher: uma Análise das Relações de Gênero e Raça”.

A estudante Sara Cruzio, 20, aprovou a iniciativa. “Eventos como este são fundamentais para fortalecer as políticas públicas para as mulheres. A equipe organizadora está de parabéns, pois conseguiu reunir fortes nomes da militância feminista para discutir ações para o enfrentamento à violência contra as mulheres, contra o racismo e pela promoção da igualdade e racial”, disse.

Intersetorialidade
Segundo a coordenadora do Núcleo de Estudos Afro Brasileiros da UFES, Patrícia Rufino, é fundamental o debate das políticas públicas para as minorias. “A Secretaria Municipal de Cidadania e Direitos Humanos tem cumprido seu papel de fomentar a discussão que envolve questões de gênero e raça. Desta maneira, o seminário contribui para a consolidação do trabalho que é realizado pela pasta. Entretanto, ainda é preciso uma maior intersetorialidade do diálogo para uma maior otimização da política pública”, observa.

Patrícia Arruda

Acesse no site de origem: Seminário na Casa do Cidadão encerra atividades alusivas ao mês da mulher (Pref. Vitória – 30/03/2016)