Site vai permitir atendimento às mulheres vítimas de violência (Câmara de São Paulo – 19/11/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A Rede de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher lançou nesta quinta-feira (19/11) um site que aumenta as possibilidades de mulheres vítimas de violência receberem atendimento especializado.

De acordo com Ana Fátima Macedo, da Secretaria Municipal de Política para Mulheres “o site vai ser administrado pela Rede, não é por uma pessoa, porque a Rede é horizontal para que a comunicação aumente. Por exemplo, lá na zona norte, um serviço tem uma mulher que sofre violência com uma particularidade que esse serviço não consegue atender, então a Rede se move pra que essa mulher seja atendida”.

O “Mapa da Violência 2015: Homicídio de Mulheres” mostrou que a violência de gênero caiu nas capitais e cresceu fora das grandes cidades.

Mas segundo a coordenadora do enfrentamento à violência da secretaria, Maria Nagy, os dados podem ser ainda piores. “No ranking mundial que é medido em oitenta e três países, o Brasil saiu da sétima para a quinta posição. Isso significa que as mulheres brasileiras estão morrendo mais”, ressaltou.

Além de defensores públicos, delegacias, assistentes sociais, a Secretaria de Habitação também colabora para mudar essa realidade. A lei do Sistema Nacional de Habitação de Interesse Social, de 2005, já é uma política de proteção às mulheres, conforme explica Maura Bagnatori, diretora da Secretaria Municipal de Habitação.

“É uma lei que garante o nome da mulher na moradia definitiva, e isso que a gente vem tentando batalhar na Secretaria da Habitação, para garantir. Porque a gente sabe que essas mulheres são abandonadas, ficam com seus filhos e acabam sendo destituídas do direito à moradia.”

Acesse no site de origem: Site vai permitir atendimento às mulheres vítimas de violência (Câmara de São Paulo – 19/11/2015)