Situação de brasileiras vítimas de violência no exterior é debatida no Itamaraty (SPM-PR – 14/03/2014)

Aparecida Gonçalves expõe expansão dos serviços nas fronteiras secas, parte do programa ‘Mulher, Viver sem Violência’ (Foto: Gustavo Ferreira/AIG-MRE)

Aparecida Gonçalves expõe expansão dos serviços nas fronteiras secas, parte do programa ‘Mulher, Viver sem Violência’ (Foto: Gustavo Ferreira/AIG-MRE)

Secretária de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres da SPM-PR, Aparecida Gonçalves, falou de serviços como o Ligue 180 para Espanha, Itália e Portugal e da ampliação do número de centros especializados nas fronteiras secas

O atendimento às mulheres brasileiras vítimas de violência fora do Brasil foi o foco da explanação que a Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR) fez na sessão dessa quinta-feira (13/03) da série ‘Diálogos sobre Política Externa’. O evento é promovido pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE), em Brasília. As palestras do dia foram sobre o tema “Políticas públicas em benefício dos brasileiros no exterior”.

A secretária nacional de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres da SPM, Aparecida Gonçalves, explicou como funcionam os serviços do Ligue 180 em Espanha, Itália e Portugal. “A SPM tem uma forte parceria com o Itamaraty na questão do atendimento às mulheres em situação de violência, seja no tráfico de pessoas, seja na exploração sexual ou a violência doméstica, para dar assistência tanto no país onde estiver, quanto no retorno ao Brasil”, afirmou.

Além do Ligue 180 internacional, Gonçalves lembrou que o Brasil já possui três centros especializados nas fronteiras secas – Foz do Iguaçu (PR), Oiapoque (AP) e Pacaraima (RR) – e que, por meio do programa ‘Mulher, Viver sem Violência’ sete novos serão inaugurados.

“A intenção é atender as mulheres vítimas de violência em todas as fronteiras secas do Brasil”, acrescentou a secretária.

Diálogos – Para aprofundar o diálogo entre governo e sociedade sobre o papel do Brasil no mundo, o MRE vem realizando, entre os dias 26 de fevereiro e 2 de abril, no Palácio Itamaraty, uma série de debates sobre a política externa brasileira intitulados ‘Diálogos sobre Política Externa’. Os eventos contam com a participação de jornalistas, parlamentares, acadêmicos, empresários, sindicalistas e representantes de movimentos sociais.

Acesse no site de origem: Situação de brasileiras vítimas de violência no exterior é debatida no Itamaraty (SPM-PR – 14/03/2014)