Sofreu abuso sexual no transporte coletivo de Curitiba? Saiba o que fazer (Bem Paraná – 06/04/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Se você for vítima de abuso dentro de ônibus em Curitiba, como a internauta que descobriu que o agressor ejaculou em sua saia, a Prefeitura de Curitiba mantém o programa “Busão Sem Abuso”, que informa e orienta para que as pessoas acionem a Guarda Municipal, por meio do telefone 153, para denunciar e atender a essas ocorrências.

Leia também: Estudante denuncia abuso sexual em ônibus de Curitiba; Facebook apaga post (Gazeta do Povo – 06/04/2016)

Diante de uma situação dessas, seja dentro dos ônibus, nos pontos de parada ou nas estações-tubo, qualquer pessoa pode ligar diretamente para o telefone 153 da Guarda Municipal e uma viatura será acionada. Quando o fato acontece no interior do veículo, a equipe da Guarda pode interceptar o ônibus no trajeto ou no ponto.

A pessoa que faz a denúncia deve dar detalhes da linha, do sentido, trajeto do ônibus e horário, bem como descrever o ocorrido. A prefeitura de Curitiba destacou a importância das denúncias para garantir a efetividade da ação colocada à disposição dos usuários do transporte público de Curitiba.

Por meio do programa Busão Sem Abuso também é realizada uma campanha de orientação às pessoas sobre como identificar o abuso, a molestação, como diferenciar essa violência de um simples esbarrão ou contato físico dentro de um ônibus lotado e de como proceder para denunciar os casos.

Acesse no site de origem: Sofreu abuso sexual no transporte coletivo de Curitiba? Saiba o que fazer (Bem Paraná – 06/04/2016)