SP passa a ter a primeira delegacia da mulher com atendimento 24 horas (G1/São Paulo – 20/08/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Central de Flagrantes ficará na delegacia no Centro. Atendimento também será feito aos fins de semana e feriados.

O governo de São Paulo publicou neste sábado (20), no “Diário Oficial de São Paulo”, uma portaria que cria a Central de Flagrante subordinada à 1ª Delegacia de Polícia de Defesa Mulher para funcionar 24 horas, inclusive nos fins de semana e feriados.

Ao todo, a capital tem nove delegacias da mulher, mas, por enquanto, o serviço 24 horas vai funcionar apenas na unidade do Centro, na Rua Dr. Bittencourt Rodrigues, 200, no Centro, próximo à Praça da Sé.

Delegacia da Mulher no Centro de São Paulo vai atender 24 horas (Foto: TV Globo/Reprodução)

Delegacia da Mulher no Centro de São Paulo vai atender 24 horas (Foto: TV Globo/Reprodução)

Segundo a portaria, a central de flagrante vai permitir o atendimento a mulheres vítimas de violência no período noturno e nas madrugadas.

O secretário de Segurança Pública de São Paulo, Mágino Alves Barbosa Filho, havia anunciado em junho a intenção de criar o atendimento 24 horas em uma delegacia da mulher. O mapa da violência contra a mulher aponta que 13 mulheres são mortas por dia no Brasil. As mulheres que sofrem com esse tipo de violência devem denunciar o crime nas delegacias especializadas. Veja a relação de delegacias da mulher em todo o estado de São Paulo.

A Lei Maria da Penha, que prevê medidas de prevenção e repressão à violência doméstica e familiar contra a mulher, completou dez anos.

A primeira delegacia a mulher foi inaugurada em 1985, em São Paulo. Atualmente existem 130 Delegacias de Defesa da Mulher em funcionamento no estado. São nove na Capital, 15 na Grande São Paulo e 107 no Interior.

Acesse no site de origem: SP passa a ter a primeira delegacia da mulher com atendimento 24 horas (G1/São Paulo – 20/08/2016)