SPM participa em São Paulo da cerimônia de criação do projeto “Guardiã Maria da Penha” (SPM-PR – 08/05/2014)

Iniciativa é parceria entre as secretarias municipais paulistanas de Políticas para as Mulheres e de Segurança Urbana

Ministra da SPM na cerimônia de criação do projeto “Guardiã Maria da Penha” em São Paulo (Foto: Divulgação/SPM)

Ministra da SPM na cerimônia de criação do projeto “Guardiã Maria da Penha” em São Paulo (Foto: Divulgação/SPM)

Numa ação que visa o fortalecimento da rede de atendimento à mulher em situação de violência, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, assinou na manhã da quinta-feira (08/05), decreto que institui o Projeto Guardiã Maria da Penha, em cerimônia que contou com a presença da ministra Eleonora Menicucci, da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR).

O projeto prevê a proteção de mulheres com medidas garantidas pela Lei Maria da Penha, por meio da atuação da Guarda Civil Metropolitana de São Paulo. A iniciativa é uma parceria entre as secretarias municipais paulistanas de Segurança Urbana e de Políticas para as Mulheres.

A iniciativa, segundo a ministra Eleonora Menicucci, representa um avanço. “Tenho certeza de que, em pouco tempo, a cidade de São Paulo terá muitas guardiãs”, afirmou.

A ministra elogiou a iniciativa, destacando o impacto que terá para o restante do país. “Fazer um projeto na maior cidade da América Latina não é qualquer coisa. Tem um grande impacto e representa muito na busca da garantia dos direitos da mulher em situação de vulnerabilidade”.

Logo após assinar o decreto, o prefeito de São Paulo disse que a ação de monitoramento levará à redução da violência contra as mulheres. “Sabemos que quem bate em mulher é covarde, e é com base nessa premissa que vamos atuar. Estamos com uma espécie de programa piloto na área central de São Paulo e, a partir dele, vamos disseminar para as demais áreas”, informou.

Participaram da cerimônia autoridades e representantes de movimentos de mulheres e da guarda metropolitana. Entre elas, o procurador-geral da Justiça, Marcos Elias Rosa, o secretário de Segurança Urbana, Roberto Porto e o inspetor chefe da guarda metropolitana, Isaias Mendonça.

Unidades Móveis – Com o apoio do governo federal, por meio da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR), a Prefeitura de São Paulo recebeu em março de 2014, uma Unidade Móvel de Atendimento às Mulheres em Situação de Violência. Trata-se de ônibus especialmente adaptado para levar serviços do programa Mulher, Viver sem Violência às mulheres das áreas rurais.

Acesse no site de origem: SPM participa em São Paulo da cerimônia de criação do projeto “Guardiã Maria da Penha” (SPM-PR – 08/05/2014)