“O medo de morrer é que supera a retaliação que as mulheres do Marajó sofrem nas situações de violência”, avalia coordenadora da SPM (SPM-PR – 31/01/2014)

Responsável pelo Fortalecimento da Rede de Atendimento à Mulher em Situação de Violência, Luana Grillo fornece mais impressões sobre demanda de ribeirinhas relacionada a serviços
Leia mais…