Grupos de reflexão para agressores de mulheres ganham espaço no país (Folha de S.Paulo – 11/07/2016)

Em uma sala de um edifício público no Paranoá, uma das regiões do Distrito Federal, um grupo de 15 pessoas se reúne uma vez por
Leia mais…