Julio Jacobo Waiselfisz

A cada 24 horas, seis mulheres são assassinadas por arma de fogo no Brasil

Cerca de 2.400 mulheres foram vítimas de homicídio por arma de fogo no país em 2014, o que significa que neste período mais de seis
Leia mais…

Seminário dos 10 anos da Lei Maria da Penha aponta que mulheres negras são as principais vítimas da violência (TJPE – 29/08/2016)

Por dia, 13 mulheres morrem no Brasil, de acordo com o Mapa da Violência. Com poucas exceções geográficas, a população negra é a principal atingida.
Leia mais…

Autor do Mapa da Violência fala dos desafios no enfrentamento à violência contra a mulher (G1/Pernambuco – 07/04/2016)

O sociólogo Julio Jacobo, autor do Mapa da Violência, participou de debate sobre o estudo na Faculdade de Guararapes, no Jaboatão, em comemoração aos 10 anos
Leia mais…

Mapa da Violência 2015: Políticas de prevenção e de enfrentamento à cultura de violência são essenciais para diminuir feminicídios no país

Dos 4.762 homicídios de mulheres registrados em 2013, 50,3% foram cometidos por familiares, sendo a maioria desses crimes (33,2%) cometidos por parceiros ou ex-parceiros. Isso
Leia mais…

Feminicídio de mulheres negras evidencia sobreposição da violência de gênero e do racismo

Nos últimos dez anos, o número de homicídios de mulheres negras aumentou 54%, passando de 1.864, em 2003, para 2.875, em 2013. No mesmo período,
Leia mais…

Violência contra mulher: medidas protetivas cresceram 23% em seis meses em Niterói (O Globo – 24/11/2014)

Em 2014, só de janeiro a junho, já são 282 medidas deferidas contra 231 no ano passado Após oito anos de vigência, a Lei Maria
Leia mais…

Mapa da Violência 2013 aponta que mulheres jovens foram principais vítimas de homicídios

De 2001 a 2011, o índice de mulheres jovens assassinadas foi superior ao do restante da população feminina. Em 2011, a taxa de homicídios entre
Leia mais…