TJ e UFSC estudam prestar atendimento para homem autor de violência contra a mulher (TJSC – 16/12/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A Coordenadoria de Execução Penal e Combate à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher (Cepevid) do TJ iniciou neste mês tratativas para a implementação do projeto “Ágora”, que consiste na criação de grupos reflexivos com homens autores de violência doméstica e familiar contra a mulher, na expectativa de que eles representem um espaço de diálogo para que o público masculino repense seu papel de gênero e as relações cotidianas criadas a partir deste.

Entre os resultados que podem ser alcançados com tal metodologia, estão a responsabilização dos homens autores da violência, a prevenção de novos episódios da mesma natureza, a desnaturalização da vinculação existente entre masculinidade e violência e a criação de uma rede de atendimento para homens. A equipe da Cepevid, nesta semana, promoveu reuniões com professores do Departamento de Psicologia da UFSC para tratativas acerca da assinatura de convênio com o Poder Judiciário para implantação de projeto piloto, que deverá abranger varas da violência doméstica nas comarcas da Capital e São José.

Com o mesmo objetivo, foi realizado com o juiz Rafael Bottan, responsável pelo Juizado da Violência Doméstica, e os promotores de justiça Alexandre Lemos e Alexandre Piazza, todos da comarca de São José, para apresentação do projeto, em busca de participação e apoio daquela unidade no projeto-piloto, que deve ter início no primeiro semestre de 2016. A ideia é, nesta parceria TJ-UFSC, criar uma metodologia e estruturar um serviço que possa servir de referência para as demais comarcas distribuídas em todo o Estado.

A desembargadora Salete Sommariva, à frente dos trabalhos, marcou o encerramento da 3ª etapa da campanha Justiça pela Paz em Casa, com palestra ministrada no último dia 10 de dezembro, durante o Seminário Estadual de Trabalhadoras Rurais Agricultoras Familiares. O evento foi promovido pela Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores(as) Familiares do Estado de Santa Catarina – Fetaesc, em Florianópolis. A palestra foi para 150 mulheres agricultoras que participaram da Marcha das Margaridas em 2015.

Acesse no site de origem: TJ e UFSC estudam prestar atendimento para homem autor de violência contra a mulher (TJSC – 16/12/2015)