TJMG instala sede da Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica (TJMG – 01/08/2013)

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) realizou nesta manhã, 1º de agosto, cerimônia de inauguração das instalações da Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Comsiv) e da Ouvidoria do TJMG, que passam a funcionar na avenida Álvares Cabral, 200, 4º andar.

O juiz auxiliar da Presidência do Tribunal de Justiça Nicolau Lupianhes representou o presidente, desembargador Joaquim Herculano Rodrigues, e destacou que os dois órgãos, cujas salas foram instaladas, são muito importantes para o fortalecimento da Justiça e da sociedade. Lembrou a mensagem do livro Eclesiástico: “Se gostares de ouvir, aprenderás; se deres ouvido, serás sábio”, que, segundo ele, fala de modo especial à Coordenadoria da Mulher e à Ouvidoria do Tribunal de Justiça.

A desembargadora Heloísa Combat inaugura a sede da Coordenadoria da Mulher (Foto: Renata Caldeira)

A desembargadora Heloísa Combat inaugura a sede da Coordenadoria da Mulher (Foto: Renata Caldeira)

Também a superintendente da Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar, desembargadora Heloísa Helena de Ruiz Combat, ressaltou a importância da Comsiv, no direcionamento dado às graves questões que envolvem as mulheres vítimas de violência.

A Comsiv, criada pela Resolução 673/2011, tem, entre outros objetivos, a função de assessorar a Presidência do Tribunal de Justiça, a 2ª Vice-Presidência e a Corregedoria de Justiça no desenvolvimento de políticas, treinamentos e ações relacionadas ao combate e à prevenção da violência contra a mulher, além de facilitar a interação dos juízes de direito que atuam nos processos que envolvem a Lei Maria da Penha.

Ouvidoria

Com o objetivo de fortalecer o relacionamento do Tribunal de Justiça com a sociedade, por meio da Resolução 685/2012, foi criada a Ouvidoria do TJMG, que tem à frente a desembargadora Mariângela Meyer Pires Faleiro.

Na cerimônia de instalação da sede, a desembargadora Mariângela Meyer destacou o grande objetivo da Ouvidoria, que é o de aprimorar a comunicação com os públicos externo e interno e propiciar o efetivo acesso do cidadão às informações de seu interesse.

Participaram da cerimônia de instalação das sedes, entre outras, as seguintes autoridades: a desembargadora Karin Emmerick, o desembargador Jarbas Ladeira, os juízes Rélbert ChináidreVérli, Nilsen Buarque de Lima e Rinaldo Kenedy Silva.

Assessoria de Comunicação Institucional – Ascom
TJMG – Unidade Goiás
(31) 3237-6568
[email protected]
facebook.com/TribunaldeJusticaMGoficial
twitter.com/tjmg_oficial

 

Acesse no site de origem: TJ instala sedes da Ouvidoria e da Coordenadoria da Mulher (TJMG – 01/08/2013)