TJMS promove Seminário sobre Jornalismo e Direito das Mulheres

Durante os dias 18 e 19 de setembro foi realizado, no Salão Pantanal do Tribunal de Justiça, o 6º Seminário de Direito para Jornalistas, Comunicação, Saúde e Direito das Mulheres para Profissionais de Jornalismo e Comunicação. O evento foi uma parceria do TJMS, por meio da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar, com a Secretaria de Comunicação do TJ, a ONU Mulheres e a Escola Judicial de MS (Ejud-MS).

O curso foi dividido em três módulos e duas atividades pedagógicas, visando despertar nos participantes a reflexão acerca da prática jornalística e comunicativa, com base na garantia das mulheres ao direito humano à comunicação.

Durante a abertura, a juíza da 3ª Vara de Violência Doméstica e Familiar e coordenadora estadual da Mulher em Situação de Violência, Jacqueline Machado, agradeceu a presença de todos os participantes e afirmou que o intuito do evento é despertar uma reflexão nos profissionais da mídia acerca da desigualdade de gênero, raça e etnia.

“Precisamos falar muito sobre esse tema, pois sabemos que a cada duas horas uma mulher é morta por questão de gênero e as mulheres negras sofrem muito mais a violência doméstica em relação às mulheres brancas, por isso a enorme importância em discutir esses temas”, disse.

A juíza enfatizou que é dever do Poder Judiciário e da Coordenadoria da Mulher abordar essas questões, sabendo que a prevenção e o enfrentamento são essenciais para diminuir os casos de violência. “Esses casos não se resolvem apenas dentro de gabinetes ou plenários determinando sentenças. Nós precisamos evoluir como seres humanos dentro de uma sociedade e realmente respeitar os direitos das mulheres”, afirmou.

A primeira palestra foi ministrada pela jornalista, doutora em antropologia e professora Cleidiana Ramos, especialista em cobertura de questões étnico-raciais e religiosidade. A palestrante destacou a importância dos conhecimentos acerca dos direitos das mulheres para os profissionais da área de comunicação, tendo em vista que são formadores de opinião e disseminam a informação diariamente. Assim, tornam-se fundamentais quando se trata de conscientização sobre o tema em discussão.

No segundo dia de seminário, a palestra ficou sob responsabilidade da jornalista e assessora de Comunicação da ONU – Mulheres Brasil, Isabel Clavelin, que expôs os dados de violência contra a mulher, física, racial e de gênero, e ainda enfatizou o papel da Organização das Nações Unidas com relação aos direitos das mulheres na sociedade.

Para sanar as dúvidas dos participantes, também participou do evento a Secretária de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres, Aparecida Gonçalves, que trabalha com a implementação de projetos da Política Nacional de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres e Pacto Nacional, dentre os quais se destacam a Lei Maria da Penha e a Central de Atendimento à Mulher. Atualmente, a secretária se dedica à implementação do Programa Mulher, Viver sem Violência, no qual um dos eixos é a Casa da Mulher Brasileira.

Da capacitação participaram 30 profissionais e, ao final, todos os integrantes receberam certificado emitido pela Escola Judicial de MS.

Autor da notícia: Secretaria de Comunicação – [email protected]

Acesse no site de origem: Seminário promove reflexão acerca da prática jornalística sobre Direito das Mulheres (TJMS – 20/09/2018)