Tocantins assina termo de adesão ao programa “Mulher, Viver sem violência”

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

(TJTO – 03/08/2015) O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Ronaldo Eurípedes, assinou o termo de adesão ao programa “Mulher, Viver sem violência”, do Governo Federal. A solenidade aconteceu no auditório do Palácio Araguaia na tarde desta segunda-feira (3/8). Também assinaram o termo de adesão o governador Marcelo Miranda, a ministra da Secretaria de Políticas para Mulheres (SPM), Eleonora Menicucci, o Procurador Geral de Justiça, Clenan Renault de Melo Pereira, o Defensor Público Geral, Marlon Amorim, e o prefeito de Palmas, Carlos Amastha.

Leia também: Prefeitura de Palmas adere ao programa “Mulher, viver sem Violência” (Pref. Palmas – 03/08/2015)

TJTO_casa da mulher brasileiraAo fazer uso da palavra o presidente do Tribunal de Justiça disse que “o mais importante deste evento é sair do projeto para a realização”, referindo-se à assinatura da doação, feita pela prefeitura da capital, do terreno para construção da Casa Mulher Brasileira, com recursos da SPM. O desembargador Ronaldo Eurípedes afirmou que o verdadeiro papel do Judiciário “é levar luz e esperança. O tocantinense pode contar com o nosso esforço para que façamos pela sociedade o que ela espera de nós”.

O objetivo da Casa da Mulher Brasileira é atender mulheres vítimas de violência por meio de uma equipe multidisciplinar integrada, composta por representantes de todos os órgãos que atuam nessa área na esfera pública. A estrutura contará também com um abrigo de passagem para receber as vítimas por um período de até 48 horas. Terá brinquedoteca com monitores para as crianças, enquanto as mães recebem atendimento. A ideia é oferecer na Casa da Mulher Brasileira, às mulheres vítimas de violência, instrumentos de apoio legais, psicológicos e de saúde.

Mesa de honra

Compuseram a mesa de honra da solenidade de assinatura do termo de adesão ao programa “Mulher, Viver sem violência”, o governador Marcelo Miranda; a ministra da Secretaria de Políticas para Mulheres, Eleonora Menicucci, a senadora e ministra da Agricultura, Kátia Abreu; 1ª dama e deputada federal Dulce Miranda; vice governadora Cláudia Lelis; presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Ronaldo Eurípedes; senador Donizetti Nogueira; secretária nacional de Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres, Maria Aparecida Gonçalves; deputada federal Josi Nunes; Procurador Geral de Justiça, Clenan Renaut de Melo Pereira; Defensor Público Geral, Marlon Costa Luz Amorim; presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargadora Ângela Prudente; prefeito municipal de Palmas, Carlos Amastha e secretária da Defesa e Proteção Social, Gleide Braga.

Acesse no site de origem: Presidente do TJTO assina termo de adesão ao programa “Mulher, Viver sem violência” (TJTO – 03/08/2015)