Treinamento capacita técnicos para lidar com a violência contra a mulher no Pará (DPPA – 26/05/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O Núcleo Atendimento Especializado à Mulher (NAEM) da Defensoria Pública do Estado participou da I Capacitação Interdisciplinar de Direitos Humanos e Violência Baseada no Gênero, realizada na Universidade Federal do Pará (UFPA). O evento foi uma realização do Núcleo de Estudos sobre Violência Baseada no Gênero e Dependência Afetiva (NEVIDA) e foi idealizado para treinar profissionais da área ao atendimento de mulheres em situação de violência doméstica e familiar.

Coordenado pela professora Sílvia Canaan, o NEVIDA atua no combate a este tipo de violência por meio da realização de pesquisas e consultorias às instituições que fazem o atendimento biopsicossocial.

A defensora pública Verena Maués Fidalgo Barros e a psicóloga Mislene Lima, do NAEM, foram palestrantes convidadas para o evento, que contou com público acima de 100 pessoas, formado por estudantes e profissionais das áreas correlatas que trabalham com a violência contra a mulher.

A temática do encontro foi “A Cultura de Gênero e a Violência contra a Mulher”.  Mislene mostrou como o conceito de gênero é essencial para a compreensão da violência contra a mulher. “Quando falamos de violência doméstica, o conceito de gênero, tanto histórico como cultural, é fundamental na construção da desigualdade entre homem e mulher. Essa desigualdade reflete em graves problemas em nossa sociedade, como a violência contra a mulher”, afirmou.

A defensora pública palestrou sobre os “Aspectos Legais da Violência de Gênero contra a Mulher”. Sua abordagem foi para capacitar a rede de atendimento à mulher. Para ela, a capacitação é uma das principais formas de combate a esta violência. “Capacitar estes profissionais é essencial, pois quando uma mulher procurar um atendimento, é necessário que estejam totalmente treinados para lidar com a situação”, declarou.

Verena explicou que após o ato de violência doméstica, a primeira ação a ser tomada pela vítima é procurar os órgãos policiais competentes para que seja feito um boletim de ocorrência. Após a realização do registro, a mulher pode agendar o atendimento no NAEM da Defensoria. “O nosso atendimento é divido em duas etapas, onde primeiramente a mulher vai ser atendida por uma equipe multidisciplinar, formada por profissionais como psicólogos e assistente sociais. Após, faremos o atendimento jurídico, onde um defensor público irá atendê-la”, esclareceu.

O NAEM agora funciona na nova Central de Atendimento ao Cidadão da Defensoria Pública, localizada na rua Manoel Barata, 50, bairro da Campina, em Belém.

Daniel Sasaki

Acesse no site de origem: Treinamento capacita técnicos para lidar com a violência contra a mulher no Pará (DPPA – 26/05/2015)