Tribunais divulgam balanços da 2ª Semana Justiça pela Paz em Casa

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Tribunais de Justiça de todo o país realizaram de 3 a 7 de agosto mutirões para acelerar os processos de violência contra a mulher durante a 2ª Semana Justiça pela Paz em Casa. Na abertura da IX Jornada Maria da Penha, realizada nos dias 10 e 11 de agosto em São Paulo, a idealizadora do projeto, a ministra Cármen Lúcia, vice-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), destacou que a celeridade é um ponto central para efetivação da Justiça no País.

“A Justiça que tarda, falha. Se um homem que mata a mulher só recebe a pena depois de 14 anos, a Justiça não foi restaurada, ela falhou, a prestação de Justiça deixou de acontecer. O direito pode até ter sido aplicado, mas entre a aplicação da Lei e a Justiça há uma grande diferença”, frisou.

Nesse sentido, a vice-presidente do STF reforçou a importância da Campanha Justiça pela Paz em Casa, que conclama os Tribunais de Justiça dos Estados brasileiros para um esforço conjunto e concentrado de julgamentos de casos de violência doméstica e familiar contra as mulheres. De acordo com a ministra do STF, somente na primeira semana desta edição da Campanha, foram realizadas mais de 12 mil audiências de casos de violência contra as mulheres e quase 100 júris de homicídios tentados ou praticados. A Campanha Justiça pela Paz em Casa teve a 1ª edição em março deste ano e deve contar com uma terceira edição em novembro.

Confira abaixo alguns balanços da segunda edição do projeto:

2ª Semana da Justiça pela Paz em Casa julga 44 processos em Maceió (TJAL – 07/08/2015)
Defensoria Pública de Alagoas encerra participação na 2ª Semana da Justiça pela Paz em Casa (DPAL – 07/08/2015)
Mutirão acelera mais de 130 julgamentos em Dourados (O Progresso – 11/08/2015)
TJRJ encerra ‘Semana da Justiça pela Paz em Casa’ com quase 1.400 audiências de violência contra mulher (TJRJ – 11/08/2015)
Esforço concentrado em CG realiza 135 audiências e prolata 59 sentenças (TJPB – 13/08/2015)
‘Justiça pela Paz em Casa’ mantém atividades durante todo o mês de agosto (TJSC – 14/08/2015)