Tribunal do Júri condena a mais de 111 anos de prisão acusados de homicídio em Horizonte (TJCE – 16/04/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O Conselho de Sentença do Tribunal do Júri de Horizonte condenou os réus Diego Gonçalves e Roni Gomes Leandro de Oliveira a 116 anos e três meses de reclusão, e a 111 anos e seis meses de prisão, respectivamente. Eles foram sentenciados nessa quarta-feira (15/04) pelos crimes de homicídio, estupro e roubo praticados contra três mulheres em maio de 2014.

Leia também: Acusados da chacina de Horizonte são condenados a 116 anos de prisão (G1/Ceará – 15/04/2015)

O julgamento foi presidido pela juíza Déborah Cavalcante de Oliveira Salomão Guarines, titular da Vara Única de Horizonte, na Região Metropolitana de Fortaleza. Os jurados entenderam que os acusados, atuando juntos, cometeram os crimes por “motivo torpe” e com a utilização de meio cruel.

Na decisão, a magistrada negou aos réus o direito de apelarem em liberdade com base na “necessidade da garantia da ordem pública e na credibilidade da Justiça penal”. Roni Gomes teve a condenação menor porque confessou os delitos e ter menos de 21 anos na época dos crimes. As penas serão cumpridas inicialmente em regime fechado.

De acordo com o processo (nº 9150-11.2014.8.06.0086), Cristiele Costa de Sousa, Maria Janaína dos Santos Nunes e Márcia dos Santos Alves foram abordadas no dia 28 de maio de 2014, por volta das 14h30, na localidade de Canavieira do Muniz. Durante a ação, as vítimas foram roubadas, agredidas e duas delas estupradas. Ao final, os acusados teriam utilizado um pedaço de madeira e uma faca para matá-las.

Acesse no site de origem: Tribunal do Júri condena a mais de 111 anos de prisão acusados de homicídio em Horizonte (TJCE – 16/04/2015)